Migração e deserção na Polícia Militar de Minas Gerais

Autores

  • Luciovane Batista Lopes UNIVERSIDADE VALE DO RIO DOCE
  • Sueli Siqueira Universidade Vale do Rio Doce - UNIVALE

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984724616322015006

Resumo

A partir da década de 1980, o Brasil sofreu mudanças e passou de um país de imigrantes para um país de emigrantes. A emigração no Brasil, no que pese ter seu marco inicial nos anos de 1960, se ascendeu na década de 1980 com ênfase na migração para os Estados Unidos da América (EUA). As primeiras emigrações em número expressivo ocorreram na cidade de Governador Valadares-MG. O fluxo de informações e pessoas criou as primeiras redes que impulsionaram a emigração na região. O fenômeno deixou marcas na cidade em vários segmentos, inclusive na segurança pública. A Polícia Militar de Minas Gerais, representada pela Oitava Região sediada em Governador Valadares, foi impactada de tal maneira que dos 286 policiais militares de todo o Estado que desertaram para migrar para os EUA, 138 pertenciam àquela região da Polícia, confirmando ser, esse, um território de cultura emigratória. Assim, o objetivo deste artigo é compreender os impactos da experiência migratória na percepção do território pelo policial militar que foi reintegrado após o retorno; o que foi demitido e o que, ainda, permanece no país de destino. Concluiu-se que os três grupos de militares, tiveram a percepção do território modificada após a experiência migratória e que, entre outros fatores, a ausência de uma norma que os punisse com a demissão, foi um estímulo preponderante na tomada da decisão de migrar.

Biografia do Autor

Luciovane Batista Lopes, UNIVERSIDADE VALE DO RIO DOCE

Mestrado em Gestão Integrada do Território

Atuo na Polícia Militar de Minas Gerais no posto de Major

Atuo na função de Chefe de Recursos Humanos da 8ª Região da Polícia Militar de Minas Gerais na cidade de Governador Valadares - MG

Sueli Siqueira, Universidade Vale do Rio Doce - UNIVALE

Doutora em Ciências Humanas Sociologia e Política pela Federal de Minas Gerais - UFMG. Pesquisadora do tem migrações internacionais. Professora do Programa de Mestrado Gestão Integrada do Território da Universidade Vale do Rio Doce – UNIVALE.

Referências

BRASIL, Senado Federal. Decreto-Lei 1.001, de 21.10.1969. Brasília: Senado Federal, Centro Gráfico, 1969 a. Contém o Código Penal Militar

______. Ministério de Estado da Defesa. Portaria Normativa 660/MD. Aprova o regulamento de continências, honras, sinais de respeito e cerimonial militar das forças armadas. Brasília: Ministério de Estado da Defesa, 2009

DE HAAS, H. Migration and development: a theoretical perspective. IMR, v. 44, n. 1, p. 227–264, Local: Spring, 2010.

DELEUZE, G. e GUATTARI,F. Mil Platôs: capitalismo e esquizofrenia. Rio de Janeiro: Editora 34. 1997. Vol. 5

DURKHEIM, É.; RODRIGUES, J. A. (Orgs.). Sociologia. 9. ed. São Paulo: Afiliada, 2003.

FAZITO, D. Análise das redes sociais (ARS) e migração: mito e realidade. In:, 13, Caxambu 2002. Anais eletrônicos. Caxambu Associação Brasileira de Estudos Populacionais, 2002. Disponível em http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/anais/pdf/2002/GT_MIG_ST1_Fazito_texto.pdf

FERREIRA, A. B. H. Mini Aurélio: minidicionário da língua portuguesa.6. ed. Curitiba: Positivo 2004.

FUSCO, W. Redes sociais na migração internacional: o caso de Governador Valadares, Campinas: IFCH –UNICAMP, 1998.

LOPES, L. B. Análise do art. 240-A do Estatuto dos Militares do Estado de Minas Gerais Face à Deserção na 8ª Região da Polícia Militar de Minas Gerais: 2011, 98 p. Monografia (especialização) - Centro de Pesquisa e Pós-Graduação - Academia de Polícia Militar de Minas Gerais. Curso de Especialização em Segurança Pública, Belo Horizonte, 2011.

LOURENÇO, A.; CUNHA, J. De volta ao país, brasileiros sofrem “síndrome do regresso”. Folha de São Paulo, 06 de março de 2012. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2012/03/1055239-de-volta-ao-pais-brasileiros-sofrem-sindrome-do-regresso.shtml>. Acesso em: 13 jan. 2015.

MARGOLIS, M. L. Good BYE, Brasil: emigrantes brasileiros no mundo. Tradução Aurora M. S. Neiva, São Paulo: Contexto, 2013.

______. Little Brazil, imigrantes brasileiros em Nova York. Campinas: Papirus 1994.

MASSEY, D. S. et al. Theories of international migration: a review and appraisal. Source: population and development review. v. 19, n. 3, p. 431-466, Sep. 1993.

MERTON, R. K. Sociologia: teoria e estrutura. São Paulo: Mestre Jou 1968.

MINAS GERAIS. Lei Estadual Complementar 95 de 17 de janeiro de 2007: altera a lei 5.301 de 16 de outubro de 1969. Belo Horizonte: Governo do Estado, 2007

______. Lei Estadual 5.301de 16 de outubro de 1969. Belo Horizonte: Governo do Estado, 1969. Contém O Estatuto dos Militares de Minas Gerais.

______.Lei Estadual 14310 de 21 de junho de 2002. Belo Horizonte: Governo do Estado, 2002. Contém o Código de Ética e Disciplina da Polícia Militar.

MINAS GERAIS, Resolução Nº 4220 de 28 de junho de 2012 – CG. Belo Horizonte: Polícia Militar, 2012. Cria o manual de processos e procedimentos administrativos das instituições militares de Minas Gerais (MAPPA).

PECEQUILO, C. S. As relações Brasil-Estados Unidos. Belo Horizonte: Fino Traço, 2012.

RAFFESTIN, C. Por uma geografia do poder. Tradução de Marília Cecíla França. São Paulo: Ática, 1993.

SALES, Teresa. Brasileiros longe de casa. São Paulo: Cortez, 1999.

SAYAD, A. A imigração ou os paradoxos da alteridade. São Paulo: Universidade de São Paulo, 1998.

______, O retorno segundo Abdelmalek Sayad. Travessia, São Paulo, v. Especial, p. 3-33, jan. 2000.

SIQUEIRA, S. Sonhos, sucessos e frustrações na emigração de retorno. Belo Horizonte, MG: Argvmentvm, 2009.

SIQUEIRA, S.; ASSIS, G. O.; CAMPOS, E. C. As redes sociais e a configuração do primeiro fluxo emigratório brasileiro. Análise comparativa entre Criciúma e Governador Valadares. In: ABREU, J. L. N.; ESPINDOLOAL, H. S. S. (Orgs). Território sociedade e modernidade. Governador Valadares: Univale, 2010.

SKELDON, R. Migration transitions revisited: their continued relevance for the development of migration theory. Population, Space and place v. 18, n. 1, p. 154-166, 2012.

Downloads

Publicado

2016-04-20

Como Citar

Lopes, L. B., & Siqueira, S. (2016). Migração e deserção na Polícia Militar de Minas Gerais. PerCursos, 16(32), 06 - 34. https://doi.org/10.5965/1984724616322015006