Zona Maquínica: sistema material coreografável

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/25950347012920240264

Palavras-chave:

sistema, composição, diversidade, matéria, desantropocentria

Resumo

Este artigo apresenta uma linha das poéticas objetuais que articula teatro de animação, dança e tecnologias.  São expostos alguns aspectos que são concomitantemente técnicos, estéticos e políticos, conformadores de uma zona impro-composicional entendida como um sistema material horizontal no qual o corpo actante é entendido como também matéria. Esse ambiente vem sendo chamado de Zona Maquínica e o compartilhamento de alguns de seus aspectos deseja ampliar a possibilidade de colaborar com ferramentas no campo docente e artístico, fortalecendo a pluralidade do Teatro de Animação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Caroline Holanda, Universidade do Estado de Santa Catarina

Diretora-coreógrafa de coisas, espaços, robôs, máquinas, bonecos, pessoas. Construtora.  Articula Teatro de Animação, Dança/circo contemporâneos e Tecnologia  - mecatrônica e multimedial, na composição de espetáculos ou instalações. Estudou Magie Nouvelle no CNAC (França).  Técnica em Telecomunicações - IFCE. Graduação em Pedagogia - UECE. Especialização em Teatro de Lambe-Lambe - UNCAL (Argentina), Mestrado em Teatro - de Animação - UDESC.  Foi docente universitária nos cursos de Teatro da UNIFOR e do curso de Dança da UFC.

Referências

BOGART, Anne; LANDAU, Tina. The Viewpoints book: a practical guide of Viewpoints and composition. New York: Theatre Comunications Group, 2005.

FERNANDES, Ciane. O corpo em movimento – O sistema Laban/Bartenieff na formação e pesquisa e artes cênicas. São Paulo: Annablume, 2002.

GODARD, Hubert. Gesto e percepção. In: PEREIR A, R.; SOTER, S. (Orgs.). Lições de dança. Rio de Janeiro: UniverCidade, v. 3, 1999

GODARD, Hubert. Buracos Negros: uma entrevista com Hubert Godard. O Percevejo Online, v. 2, n.2, 2010. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/opercevejoonline/article/view/1447. Acesso em: 13 dez 2014.

GODARD, Hubert. Olhar cego. Entrevista com Hubert Godard, por Suely Rolnik. In: ROLNIK, Suely. (Org.). Lygia Clark, da obra ao acontecimento. Somos o molde. A você cabe o sopro. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 2006b. p. 73-80.

HEGGEN, Claire. Sujeito-objeto: entrevista e negociações. Tradução: Margarida Baird e José Ronaldo Faleiro. Revista Móin-Móin, Revista de estudos sobre teatro de formas animadas, Jaraguá do Sul: SCAR/UDESC, n. 6. 2009.

INGOLD, Tim. Estar vivo: ensaios sobre movimento, conhecimento e descrição. São Paulo: Vozes, 2015.

Downloads

Publicado

2024-05-10

Como Citar

CAVALCANTE, Caroline Maria Holanda. Zona Maquínica: sistema material coreografável. Móin-Móin - Revista de Estudos sobre Teatro de Formas Animadas, Florianópolis, v. 1, n. 29, p. 264–282, 2024. DOI: 10.5965/25950347012920240264. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/moin/article/view/24628. Acesso em: 24 jul. 2024.