O que aprendemos?

Autores

  • Philippe Choulet Universidade de Strasbourg (Strasbourg/França) Escola Émile Cohl (Lyon/França)

DOI:

https://doi.org/10.5965/2595034702212019558

Resumo

Este texto, que conclui o Colóquio UNIMA, traça o processo de trabalho comum, em particular o problema do estatuto das oficinas e dos happenings na elaboração de produções cênicas, da sua articulação artística com a obra teatral. Recorda as seis principais perguntas que se faziam: 1. o que fazer com a angústia; 2. a questão heurística, a pesquisa e a descoberta; 3. o significado do ato de ensinar; 4. a questão da direção horizontal ou vertical; 5. a ideia de responsabilidade; e 6. o estatuto do Teatro de Animação a partir da encenação.

Biografia do Autor

Philippe Choulet, Universidade de Strasbourg (Strasbourg/França) Escola Émile Cohl (Lyon/França)

Professor Honorário (Professor Associado) de Filosofia em Estrasburgo (França) e Professor de História da Arte na École Émile Cohl, Lyon. Conferencista no Festival Mundial de Teatro de Marionetes em Charleville-Mézières. Publicou, entre outros: La bonne École, 2 vol., com Ph. Rivière (Champ Vallon), L’idiot musical, Glenn Gould, existence et contrepoint, com A. Hirt (Kimé), Nietzsche, l’art et la vie, com H. Nancy (Félin), Méthodologie philosophique, com D. Folscheid e J.-J. Wunenburger (P.U.F.).

Downloads

Publicado

2019-12-20

Como Citar

Choulet, P. (2019). O que aprendemos?. Móin-Móin - Revista De Estudos Sobre Teatro De Formas Animadas, 2(21), 558-579. https://doi.org/10.5965/2595034702212019558