Auto-socioanálise: uma ferramenta a serviço da democratização da universidade? Retorno crítico sobre uma experiência pedagógica

Autores

  • Séverine Kakpo
  • Claire Lemêtre

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984723821452020144

Resumo

No âmbito deste artigo, estamos fazendo um retorno crítico sobre uma experiência pedagógica que consistiu em iniciar na auto-socioanálise um público de estudantes recém chegados à universidade no contexto de um curso obrigatório de metodologia (L1, ciências da educação). Propomos aqui de testar pela análise sociológica a ideia de que a auto-socioanálise poderia constituir uma alavanca de ação pedagógica pertinente para favorecer a aculturação universitária dos estudantes e, portanto, a democratização da universidade.

Palavras-chave: Auto-socioanálise. Estudantes. Socialização. Trabalho universitário. Desigualdades. Primeiros ciclos universitários.

Downloads

Publicado

2020-05-04

Como Citar

KAKPO, S.; LEMÊTRE, C. Auto-socioanálise: uma ferramenta a serviço da democratização da universidade? Retorno crítico sobre uma experiência pedagógica. Revista Linhas, Florianópolis, v. 21, n. 45, p. 144 - 164, 2020. DOI: 10.5965/1984723821452020144. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/linhas/article/view/1984723821452020144. Acesso em: 23 jul. 2021.