O existencialismo, as artes e a pandemia: a obra de Alberto Giacometti, Eugène Ionesco e Albert Camus

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/24471267712021267

Palavras-chave:

Existencialismo, arte, filosofia, pandemia

Resumo

O presente artigo pretende correlacionar os fundamentos do movimento filosófico do existencialismo das décadas de 40 e 50, com as obras artísticas de Alberto Giacometti, Eugène Ionesco e Albert Camus. A análise será ancorada pela escultura Nariz (1947), de Giacometti, pela peça teatral O Rinoceronte (1959), de Ionesco, e pelo livro O estrangeiro (1942), de Camus. Todas as obras serão interpretadas à luz do existencialismo e seu contraponto com a pandemia de Covid-19 que assola o planeta desde 2020.

Biografia do Autor

Bruno Henrique Fernandes Gontijo, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUCMinas

Especialização em História da Arte - MA (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, PUC Minas)

Graduação em Comunicação Social - Jornalismo (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, PUC Minas)

Referências

BECKETT, Samuel. Esperando Godot; tradução e prefácio Fábio de Souza Andrade – São Paulo: Cosac Naify, 2005.

CAMUS, Albert. O estrangeiro, tradução de Valerie Rumjanek. Rio de Janeiro: Editora Record, 2020.

DEMPSEY, Amy. Estilos, escolas & movimento: guia enciclopédico da arte moderna – São Paulo: Cosac Naify, 2010.

ESSLIN, Martin. O teatro do absurdo; tradução original Barbara Heliodora; tradução das atualizações José Roberto D’Shea; apresentação à edição brasileira Paulo Francis – 1 ed. – Rio de Janeiro: Zahar, 2018.

GIACOMETTI/ Organização Véronique Wiesinger (Vários autores) – São Paulo: Cosac Naify, 2012.

HEIDEGGER, Martin. A origem da obra de arte – Lisboa, Portugal: Edições 70, 1977.

IONESCO, Eugène. O Rinoceronte; tradução Luís de Lima; prefácio Zora Seljan – [ed. Especial]. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2015.

SARTRE, Jean-Paul. Alberto Giacometti. Organização e tradução de Célia Euvaldo – São Paulo: Martins Fontes, 2012.

SARTRE, Jean-Paul. O existencialismo é um humanismo. Tradução Rita Correia Guedes.

WILKINSON, Judith. When Alberto Giacometti met Samuel Beckett. Disponível em: https://www.tate.org.uk/art/artists/alberto-giacometti-1159/when-alberto-giacometti-met-samuel-beckett

Programa do espetáculo O Rinoceronte. Théâtre de la Ville – Paris. Maio, 2015.

Filme

FINAL Portrait (O último retrato). Direção de Stanley Tucci. Reino Unido: Potboiler Productions, 2017 (1h30min).

Espetáculo Teatral

O Rinoceronte. Dramaturgia: Eugène Ionesco.

Direção: Emmanuel Demarcy-Mota. Théâtre de la Ville - Paris.

Local: Cine Theatro Brasil Vallourec. Belo Horizonte, maio de 2015.

Downloads

Publicado

2021-06-02

Como Citar

GONTIJO, B. H. F. . O existencialismo, as artes e a pandemia: a obra de Alberto Giacometti, Eugène Ionesco e Albert Camus. Revista Apotheke, Florianópolis, v. 7, n. 1, 2021. DOI: 10.5965/24471267712021267. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/apotheke/article/view/19474. Acesso em: 29 jan. 2022.