Ação dramática, movimento funcional e teoria do esforço: origens do pensamento teatral na obra de Rudolf Laban

Milton de Andrade Leal Junior

Resumo


Este artigo revisa alguns conceitos da teoria teatral de Rudolf Laban: a composição de esforços interiores em termos de ações dinâmicas; a ação intencional como tendência de organizar impulsos interiores em forma de movimentos funcionais e expressivos; a “veracidade” das ações cênicas como relações orgânicas entre esforços interiores e aspectos visíveis do movimento. Conceitos de Laban, como esforço interno e composição eucinética são usados para elucidar princípios rítmicos e orgânicos aplicados na composição cênica.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/1414573102112008169

Direitos autorais 2018 Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas



 

 

 

Indexadores

  

       


Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas - Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - Centro de Artes (CEART) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas - (PPGT) – E-ISSN: 2358.6958 - Endereço: Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Centro de Artes - Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Florianópolis. SC, Brasil. CEP: 88.035-001 – E-mail: urdimento.ceart@udesc.br

Licença Creative Commons

  Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.