A dança concreta não concreta das Mulheres Guarani

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573104492023e0201

Palavras-chave:

Xondaro, dança indígena, filosofia processual, percepção não sensoria, Socialidade Guarani

Resumo

Este artigo dança com o xondaro para refletir sobre os corpos sensoriais ativados na dança. A partir de um mergulho em sonhos e visões, destacamos modos de socialidade ativados entre humanos e não humanos. O diálogo entre autores da filosofia processual e as práticas dançadas na Casa de Rezo destaca as concepções de transindividualidade e percepção não sensória, conceitos relevantes para compor com as espirais rítmicas que sustentam essa dança. O xondaro se faz livre, foge das palavras, faz um corpo do corpo que move. O que dança o xondaro é a pergunta que este texto se propõe a responder.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bianca Scliar, Universidade do Estado de Santa Catarina

Doutora em Artes e Filosofia pela Concordia University (Montreal/Canadá). Mestre em Arte Pública e Estratégias Contemporâneas pela Bauhaus Universität-Weimar. Graduada em Artes Visuais pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Professora Adjunta do Curso de Artes Cênicas da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). 

Rafaela Samartino Herran, Universidade do Estado de Santa Catarina

Mestre em Artes Cênicas pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Graduada em Artes Cênicas pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atriz, professora

Referências

AFFONSO, Ana Maria Ramo y. De pessoas e palavras entre os Guarani-Mbyá. Tese (Doutorado em Antropologia) — Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, 2014.

CADOGAN, León. Ayvu Rapyta: textos míticos de los Mbyá-Guarani del Gauirá. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1959.

DARELLA, M. D. P. et al. (Org.). Tape mbaraete anhetengua: fortalecendo o caminho verdadeiro. Florianópolis: [s.n.], 2018.

HERRAN, Rafaela Samarino. As Guarani e juruas: a dança das relações na aldeia guarani Yynn Moroti Wherá. São Paulo: Hucitec, 2022.

MANNING, Erin. Out of the Clear. Nova Iorque: Minor Composition, 2023.

MASSUMI, Brian. Semblance and the Event: Activist Philosophy and the Arts. Cambridge: Massachusetts Institute of Technology Press, 2011.

SCLIAR, Bianca; MOSTAÇO, Edélcio (Org.). Da Economia à Ecologia das Atenções: diálogos sobre a cena. Florianópolis: Cais Editora, 2022.

SHAVIRO, Steven. Whitehead on causality and perception. The Pinocchio Theory Blog. dezembro de 2014. Disponível em: http://www.shaviro.com/Blog/?p=1274.

Acesso em: 21 nov. 2022.

WHITEHEAD, Alfred North. Process and Reality: An essay in cosmology. Nova Iorque: The Free Press, 1929.

WHITEHEAD, Alfred North. Religion in the Making. Nova Iorque: The Macmillan Company, 1926.

WHITEHEAD, Alfred North. Modes of Thought. Nova Iorque: The Macmillan Company, 1968.

WHITEHEAD, Alfred North. Adventures of Ideas. London: The Macmillan Company, 1933.

WHITEHEAD, Alfred North. The Function of Reason. Princeton: Princeton University Press, 1929.

Publicado

2023-12-13

Como Citar

SCLIAR, Bianca; HERRAN, Rafaela Samartino. A dança concreta não concreta das Mulheres Guarani. Urdimento: Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 4, n. 49, p. 1–19, 2023. DOI: 10.5965/1414573104492023e0201. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/24495. Acesso em: 20 abr. 2024.