Crítica, cura e curadoria

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101402021e0401

Resumo

Nesta conversa, realizada no quadro da Jornada da Associação Brasileira de Críticos de Arte (ABCA) de 2020, em parceria com a Universidade Federal do Sul da Bahia, a performer e psicóloga Castiel Vitorino Brasileiro e a professora e pesquisadora Dodi Leal refletem sobre as interfaces da crítica, da cura e da curadoria. Como performar o invisível? Trata-se nesta conversa das imagens profundas, dos modos existenciais e dos machucados corporais da terra e de como as nossas ritualidades, nossas sabenças encantadas, nossas bruxarias e nossas macumbarias pretas, indígenas e trans são perigos à colonialidade branca e cisgênera da arte. Quais os rasgos da crítica de arte a partir da cura Bantu? Quais as amarras da curadoria de arte que se desfazem a partir da cura anticolonial travesti? A curanderia é o exercício de redirecionamento clínico (crítica cirúrgica de arte) de algumas práticas artísticas institucionais que precisam ser abandonadas, percebendo também as que devem ser reformuladas.

Biografia do Autor

Castiel Vitorino Brasileiro

Artista visual, macumbeira e psicóloga mestranda no programa de Psicologia Clínica da PUC-SP. Pesquisa e inventa relações em que corpos não-humanos se desprendem das amarras da colonialidade. Desenvolve estéticas macumbeiras de sua Espiritualidade e Ancestralidade Travesti. Idealizadora do projeto de imersão em processos criativos decoloniais Devorações. https://castielvitorinobrasileiro.com

Dodi Tavares Borges Leal, Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Porto Seguro, BA

Professora Adjunta do Centro de Formação em Artes e do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências da Universidade Federal do Sul da Bahia. Doutora em Psicologia Social pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo e Licenciada em Artes Cênicas pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo.

Downloads

Publicado

2021-04-28

Como Citar

Brasileiro, C. V. ., & Leal, D. T. B. (2021). Crítica, cura e curadoria. Urdimento - Revista De Estudos Em Artes Cênicas, 1(40), 1-33. https://doi.org/10.5965/1414573101402021e0401