Desejo do teatro no político, desejo do político no teatro e político teatro do desejo

Autores

  • Gisele Vasconcelos
  • Lauande Aires

DOI:

https://doi.org/10.5965/14145731033920200210

Palavras-chave:

Teatro, Desejo, Político, Xama Teatro, Nordeste

Resumo

O jogo de palavras que mobiliza os termos Teatro, Desejo e Político, propõe uma reflexão no campo da teoria e da prática, do texto e da cena, por meio de três formulações - desejo do teatro no político, desejo do político no teatro e político teatro do desejo – abrindo uma conversa com Guénoun (2003), Rancière (2012) e Benjamin (1994), respectivamente, para pensar os modos de produção e de criação do grupo Xama Teatro (Brasil - MA).

Biografia do Autor

Gisele Vasconcelos

Universidade Federal do Rio de Janeiro /PPGAC/UNIRIO (pós doutorado em andamento)  - Projeto A Vagabunda: subjetividades e políticas da cena no modo de criação de espetáculos do grupo Xama Teatro – MA. Bolsa FAPEMA. José da Costa (supervisor). Universidade de São Paulo/ECA - doutorado (2016). Professora Adjunta da Universidade Federal do Maranhão - PPGAC. Artista pesquisadora do Grupo Xama Teatro.

Lauande Aires

Universidade Federal do Maranhão/PPGAC (mestrando). Projeto Ator brincante nos Passos do Boi (em andamento). Gisele Soares de Vasconcelos (orientadora). Ator, diretor e dramaturgo da Cia. Santa Ignorância e do Xama Teatro.

Referências

A carroça é nossa. Lauande Aires (dramaturgo), 2013. 22p: Obra teatral (não publicada). Grupo Xama Teatro, Maranhão.

As Três Fiandeiras. Igor Nascimento (dramaturgo), 2015. 55p. Obra teatral (não publicada). Grupo Xama Teatro, Maranhão.

BENJAMIN, Walter. Obras Escolhidas: magia e técnica, arte e política. São Paulo: Brasiliense, 1994.

BENJAMIN, Walter. A Arte de Contar Histórias. São Paulo: Hedra, 2018.

BRENMAN, Ilan. Carne de Língua. IN: As Narrativas Preferidas de um Contador de Histórias. São Paulo: Editora DCL, 2007.

Cultura em números: anuário de estatísticas culturais - 2ª edição. Brasília: MinC, 2010. 252p.

GUÉNOUN, Denis. A exibição das palavras. Uma ideia (política) do teatro. Rio de Janeiro: Teatro do Pequeno Gesto, 2003.

HOMERO. Odisseia, canto XII. São Paulo: Cultrix, 2006.

RANCIÈRE, Jacques. Paradoxo da Arte Política. In: O espectador emancipado. Trad. Ivone Benedetti. São Paulo: 2012.

Sistema de informações e indicadores culturais: 2007-2018. Coordenação de População e Indicadores Sociais. - Rio de Janeiro IBGE, 2019.

VASCONCELOS, Gisele. O Cômico no bumba-meu-boi. 2007. 137p. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2007.

VASCONCELOS, Gisele. Ator-contador: a voz que canta, fala e conta nos espetáculos do grupo Xama Teatro. 2016. 205 p. Tese (Doutorado em Artes Cênicas) – Escola de Comunicações e Artes - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016.

Downloads

Publicado

2020-12-23

Como Citar

VASCONCELOS, G.; AIRES, L. Desejo do teatro no político, desejo do político no teatro e político teatro do desejo. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 3, n. 39, p. 1-19, 2020. DOI: 10.5965/14145731033920200210. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/17717. Acesso em: 2 dez. 2021.