A escrita performática como discurso político e a trilogia metadramatúrgica gogoliana

Autores

  • Rebeka Caroça Seixas Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573102292017128

Resumo

No presente artigo, desenvolver-se-á um estudo de como o conceito de performance pode ser aplicado à escrita, utilizando para isso as pesquisas de diferentes autores, visando compreender o tema por diversas perspectivas. O estudo da performatividade da escrita se apresenta como um estudo relativamente novo em que as pesquisas têm se intensificado a partir do início do século XXI. Na sequência, trabalhar-se-á na enumeração dos diferentes conceitos que podem constituir uma escrita performativa, dentre os quais podemos destacar: “eu escrevente”, “autor performer”, “coescritor performático”, “escrita de si” e “narrativa performática”. Durante o estudo do conceito, trabalhar-se-á com aspectos biográficos do dramaturgo Nikolai Gógol e elementos da sua trilogia metadramatúrgica (O Inspetor Geral (1836), À Saída do Teatro Depois da Representação de uma Nova Comédia (1842) e Desenlace de O Inspetor Geral (1846)).

Biografia do Autor

Rebeka Caroça Seixas, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte

Atriz; Graduada em Educação Artística pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2004); Especialista em Teatro Contemporâneo pela Faculdade de Artes Dulcina de Moraes, Brasília- DF (2007); Mestre em Artes Cênicas pela UFRN (2010); Professora do Instituto Federal do Rio Grande do Norte; Doutora em Literatura Comparada pelo Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem da UFRN, estágio doutoral pela Université Sorbonne Nouvelle - Paris III.

Downloads

Publicado

2017-11-02

Como Citar

SEIXAS, R. C. A escrita performática como discurso político e a trilogia metadramatúrgica gogoliana. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 29, p. 128-144, 2017. DOI: 10.5965/1414573102292017128. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573102292017128. Acesso em: 27 out. 2021.

Edição

Seção

Fluxo Continuo