Atualização de virtualidades identitárias e a imanência de um idioma informe no espetáculo Verbi – O Idioma do Caos

Autores

  • Luiz Naim Haddad Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, RS
  • Cinthia Creatini da Rocha

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573102292017016

Resumo

Este artigo faz uma análise do espetáculo cênico Verbi – O Idioma do Caos, a partir de um diálogo entre a visão de uma antropóloga espectadora e do ator-dançarino, criador e performer da obra. A análise propõe a desterritorialização dos campos teóricos na composição dos olhares acerca de uma obra cênica que produz identidade pela atualização de virtualidades, ocorrendo muito mais na dimensão das intensidades do que das significações. Verbi transita por um processo que envolve estranhamento e rompimento de barreiras linguísticas, linguagem artística, gênero e nação. Cria-se uma paisagem cartográfica em cena, onde vetores estéticos atravessam o performer, o espaço e o público comportando-se como uma máquina performativa. Sugere a imanência de um idioma caótico capaz de constituir um ser humano múltiplo, plural e em um estado de consciência aberto para múltiplas possibilidades identitárias.

Biografia do Autor

Luiz Naim Haddad, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, RS

Ator, músico, dançarino, professor e pesquisador, fundador da Cia Teatro Alkmico, atualmente é professor na Universidade Federal de Santa Maria e doutorando no PPGT/UDESC.

Cinthia Creatini da Rocha

Mestre e Doutora em Antropologia Social pela Universidade Federal de Santa Catarina, Bacharel em Ciências Sociais pela UNiversidade Federal do Rio Grande do Sul.

Downloads

Publicado

2017-11-02

Como Citar

HADDAD, L. N.; DA ROCHA, C. C. Atualização de virtualidades identitárias e a imanência de um idioma informe no espetáculo Verbi – O Idioma do Caos. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 29, p. 016-029, 2017. DOI: 10.5965/1414573102292017016. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573102292017016. Acesso em: 27 out. 2021.

Edição

Seção

Fluxo Continuo