Teatro de rua como ocupação da cidade: criando comunidades transitórias

Autores

  • André Carreira Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573102132009011

Resumo

O presente texto apresenta uma reflexão sobre o teatro de rua como um teatro de ocupação da cidade e analisa procedimentos pelos quais essa modalidade teatral busca construir comunidades temporárias de espectadores e atores. O artigo faz referência às noções de ambiente urbano, repertórios de usos e jogo, relacionando estas com o fenômeno teatral que ocupa segmentos da cidade, supondo que a rua é um campo inóspito que o teatro busca ocupar como fala de resistência.

Biografia do Autor

André Carreira, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC

Diretor do Grupo Experiencia Subterrânea, Professor UDESC, Pesquisador CNPq.

Downloads

Publicado

2018-12-01

Como Citar

CARREIRA, A. Teatro de rua como ocupação da cidade: criando comunidades transitórias. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 13, p. 011-021, 2018. DOI: 10.5965/1414573102132009011. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573102132009011. Acesso em: 17 set. 2021.

Edição

Seção

Fluxo Continuo