[1]
S. S. Freitas, “No forjar das possibilidades: a ‘Krupp’ Campo Limpo Paulista nos caminhos de trabalhadores (Segunda metade do séc. XX e início do séc. XXI) <em>DOI: 10.5965/2175180305092013153</em>”, TempArg, vol. 5, nº 9, p. 153 - 187, maio 2013.