Entre a guerra, a doutrina e a tecnologia: um histórico da evolução doutrinária do exército dos Estados Unidos (1959-2017)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175180313322021e0110

Resumo

Esta investigação analisa a história da evolução doutrinária do Exército dos Estados Unidos, no período que vai de 1959 a 2017. O artigo examina a dinâmica da mudança do paradigma dos conflitos e suas implicações para a transformação da Força Terrestre dos EUA. Com relação aos procedimentos metodológicos, a pesquisa apoiou-se no uso de documentos como o FM 3-24 Counterinsurgency (2006), da National Security Strategy (2017) e no Joint Operational Access Concept (2012). A partir de uma perspectiva histórica ampla e com base na literatura especializada, o escrutínio dos documentos contribuiu para a compreensão da evolução doutrinária do caso em estudo, no período que vai da Guerra do Vietnã à Guerra contra o Terror. De forma a aportar subsídios para a história do tempo presente, apresentamos como os processos avaliados apontam para a contemporaneidade da doutrina do U.S. Army. O estudo foi pautado nos argumentos teóricos da História Militar para os estudos da Guerra, a partir de múltiplas formas dimensionais, embasando-se em campos culturais, tecnológicos, sociais e também políticos.

Biografia do Autor

Fernando da Silva Rodrigues, Universidade Salgado de Oliveira (UNIVERSO)

Fernando da Silva Rodrigues é Doutor em História Política pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, professor do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Salgado de Oliveira, coordenador do Grupo de Pesquisa História Militar, Política e Fronteiras - CNPq, coordenador do GT de História Militar da ANPUH-RJ, pesquisador sênior do Centro de Estudos Estratégicos do Exército e Jovem Cientista do Nosso Estado - FAPERJ.

Augusto W. M. Teixeira Júnior, Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

Doutor em Ciência Política na Área de Concentração de Relações Internacionais pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Mestre em Ciência Política e Bacharel em Ciências Sociais pela mesma instituição. Realizou Estágio Pós-Doutoral em Ciências Militares pela Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME). Atualmente é professor Adjunto IV do Departamento de Relações Internacionais da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e membro permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política e Relações Internacionais (PPGCPRI/UFPB). Pesquisador do Centro de Estudos Estratégicos do Exército Brasileiro (CEEEX), área de Geopolítica e Estratégias Militares (2018 - 2020).

Referências

ALBUQUERQUE JÚNIOR, Durval Muniz. A dimensão retórica da historiografia. In: PINSKY, Carla Bassanezi (org.). O historiador e suas fontes. São Paulo: Contexto, 2009.

ALMEIDA, Rodrigo Torres de. Construção e expansão do complexo industrial-militar norte-americano: um passo em direção ao poder global. 2013. Dissertação (Mestrado em Economia). Rio de Janeiro: Instituto de Economia da UFRJ, 2013.

ANDERSON, David L. The Vietnam War. New York: Palgrave Macmillan, 2005.

ARON, Raymond. Paz e guerra entre as nações. 2. ed. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1986.

BACEVICH, Andrew J. The petraeus doctrine. In: THE ATLANTIC. [S.l.], Oct. 2008. Disponível em: https://www.theatlantic.com/magazine/archive/2008/10/the-petraeus-doctrine/306964/. Acesso em: 27 out. 2020.

BARROS, José D’Assunção. O campo histórico: as especialidades e abordagem da História. 1. ed. Rio de Janeiro: editora Cela, 2002.

BENSON, Bill. Unified land operations: the evolution of army doctrine for success in the 21st Century. Military Review, [s.l.], p. 47-57, Mar./Apr. 2012.

BIDDLE, Stephen. Military Power: explaining victory and defeat in modern battle. Princeton: Princeton University Press, 2004.

BROWN, Robert B.; PERKINS, David G. Multi-domain battle: tonight, tomorrow, and the future fight. War on the rocks, [s.l.], 18 Aug. 2017. Disponível em: https://warontherocks.com/2017/08/multi-domain-battle-tonight-tomorrow-and-the-future-fight/#:~:text=Multi%2DDomain%20Battle%20Tomorrow,as%20peers%20on%20the%20battlefield. Acesso em: 28 abr. 2021.

CASTRO, Celso; IZECKSOHN, Vitor; KRAAY, Hendrik (org.). Nova história militar brasileira. Rio de Janeiro: FGV: Bom Texto, 2004.

CLAUSEWITZ, Carl Von. On War. Princeton: Princeton University Press, 1984.

CORDESMAN, Anthony. USCENTCOM mission and history. [S.l.]: Center for Strategic and Internacional Studies, Aug. 1998. Disponível em: https://csis-prod.s3.amazonaws.com/s3fs-public/legacy_files/files/media/csis/pubs/uscentcom3%5B1%5D.pdf. Acesso em: 28 abr. 2021.

CORREIA, Sílvia Adriana Barbosa. Cem anos de historiografia da Primeira Guerra Mundial: entre história transnacional e política nacional. Topoi, Rio de Janeiro, v. 15, n. 29, p. 650-673, jul./dez., 2014. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/topoi/v15n29/1518-3319-topoi-15-29-00650.pdf. Acesso em: 31 out. 2020.

FREEDMAN, Lawrence. As duas primeiras gerações de estrategistas nucleares. In: PARET, Peter (org.). Construtores da estratégia moderna. Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército Editora, 2003. Tomo 2. p. 359-414.

ELLMAN, Jesse; SAMP, Lisa; COLL, Gabriel. Assessing the third offset strategy: a report of the CSIS International Security Program. Washington: Center for Strategic and International Studies, 2017.

HAGEL, Chuck. Secretary of defense speech: Reagan national defense forum keynote. Simi Valley, California, 5 Nov. 2014. Disponível em: https://www.defense.gov/News/Speeches/Speech-View/Article/606635/. Acesso em: 29 out. 2020.

HEGEL, Georg. W. F. A. Princípios da filosofia do direito. Trad. Orlando Vitorino. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

HUNTINGTON, Samuel P. The lonely superpower. Foreign Affairs, [s.l.], Mar./Apr. 1999. Disponível em: https://www.foreignaffairs.com/articles/united-states/1999-03-01/lonely-superpower. Acesso em: 31 out. 2020.

PROENÇA JÚNIOR, Domício; DUARTE, Érico E. Projeção de poder e intervenção militar pelos Estados Unidos da América. Rev. Bras. Pol. Int, Brasília, v. 46, n. 1, p. 135-152, 2003.

KAPLAN, Robert D. A vingança da geografia: a construção do mundo geopolítico a partir da perspectiva geográfica. Tradução Cristiana de Assis Serra. Rio de Janeiro: Elsevier, 2013.

KEEGAN, John. Uma história da guerra. São Paulo: Companhia de Bolso, 2006.

KRAUTHAMMER, Charles. The unipolar moment. Foreign Affairs, [s.l.], v 70, n. 1. p. 23-33, 1991.

KRETCHIK, Walter E. U.S. army doctrine: from the American revolution to the War on Terror. Kansas: University Press of Kansas, 2011.

LOCHER III, James R.; NUNN, Sam. Victory on the potomac: the Goldwater-Nichols act unifies the Pentagon. College Station: Texas A&M University Press, 2002.

LOURENÇÃO, Humberto José; CORDEIRO, Luis Eduardo Pombo Celles. Força Militar dos EUA no pós-guerra fria: ganhando batalhas e perdendo guerras. Rev. Bras. Est. Def., Rio de Janeiro, v. 3, n. 2, p. 103-117, jul./dez. 2016.

OWENS, William A. The emerging U.S. system-of-systems. Strategic Forum, [Washington], n. 63, Feb. 1996. Disponível em: https://web.archive.org/web/20100105160638/http://www.ndu.edu/inss/strforum/SF_63/forum63.html. Acesso em: 31 out. 2020.

PASSOS, Rodrigo Duarte Fernandes dos. Clausewitz e a política: uma leitura de 'Da Guerra'. 2006. 122 p. Tese (Doutorado em Ciência Política) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.

PEDROSA, Fernando Velôzo G. A história militar tradicional e a “nova história militar”. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA, 26., 2011, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: Anpuh Nacional, 2011. Disponível em: http://www.snh2011.anpuh.org/resources/anais/14/1300540601_ARQUIVO_Artigo-HistMilTradeNovaHist-Envio.pdf. Acesso em: 20 abr. 2019.

REIS, José C. A história entre a filosofia e a ciência. São Paulo: Editora Ática, 1996.

SANCHES, Marcos Guimarães. A guerra: problemas e desafios do campo da história militar brasileira. Revista Brasileira de História Militar, Rio de Janeiro, Ano I, n. 1, p. 6-16, abr. 2010. Disponível em: http://www.historiamilitar.com.br/wp-content/uploads/2017/08/RBHM-I-01.pdf. Acesso em: 05 maio 2019.

SLOAN, Elinor. Modern military strategy. London: Routledge, 2012.

UNITED STATES OF AMERICA. Department of Defense (DoD). DoD dictionary of military and associated terms. [S.l.], Jan. 2021. Disponível em: https://www.jcs.mil/Portals/36/Documents/Doctrine/pubs/dictionary.pdf. Acesso em: 24 mar. 2021.

UNITED STATES OF AMERICA. Department of Defense (DoD). Releases Fiscal Year 2017: president’s budget proposal. [S.l.], 2016. Disponível em: https://dod.defense.gov/News/News-Releases/News-Release-View/Article/652687/department-of-defense-dod-releases-fiscal-year-2017-presidents-budget-proposal/. Acesso: 30 out. 2020.

UNITED STATES OF AMERICA. The White House. National Security Strategy of the United States of America. [S.l.], Dec. 2017.

UNITED STATES OF AMERICA. Department of Defense (DoD). Joint operational access concept (JOAC): version 1.0. [S.l.], 17 Jan. 2012. Disponível em: https://archive.defense.gov/pubs/pdfs/JOAC_Jan%202012_Signed.pdf. Acesso: 30 out. 2020.

UNITED STATES OF AMERICA. Department of State. The global war on terrorism: the first 100 days. [S.l.]: Archive, White House Counterterrorism Reports, 2001. Disponível em: https://2001-2009.state.gov/s/ct/rls/wh/6947.htm. Acesso em: 28 abr. 2021.

UNITED STATES OF AMERICA. Department of the Army. Marine Corps Combat Development Command. Field manual n. 3-24 / fleet marine force manual n. 3-24. Washington, 2006. Disponível em: DChttps://fas.org/irp/doddir/army/fm3-24fd.pdf. Acesso em: 31 out. 2020.

VISACRO, Alessandro. Guerra irregular: terrorismo, guerrilha e movimentos de resistência ao longo da História. São Paulo: Contexto. 2009.

WINTER, Jay; PROST, Antoine. Penser la Grande Guerre: un essai d’historiographie. Paris: Éditions Du Seuil, 2004.

Downloads

Publicado

2021-04-30

Como Citar

Rodrigues, F. da S., & Teixeira Júnior, A. W. M. (2021). Entre a guerra, a doutrina e a tecnologia: um histórico da evolução doutrinária do exército dos Estados Unidos (1959-2017). Revista Tempo E Argumento, 13(32), e0110. https://doi.org/10.5965/2175180313322021e0110