A defesa da interrupção voluntaria da gravidez nos cartuns "Abortinho" de Fabiane Langona (2015-2017)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175180312312020e0101

Resumo

O artigo versa sobre como a defesa da interrupção voluntária da gravidez se tornou um tema abraçado por cartunistas e quadrinistas contemporâneas que se mostram sintonizadas com as demandas feministas, centrando o enfoque na série “Dicas do Abortinho”, criada pela cartunista Fabiane Langona. Na primeira parte do texto, apresento de forma breve três trabalhos pontuais que, com abordagens distintas, discutem tabus, mitos e os riscos inerentes à prática do aborto clandestino: a narrativa autobiográfica em forma de HQ desenhada pela cartunista Cynthia B, publicada na revista Piauí, em 2014; o romance gráfico produzido em 2015, pela artista Leah Hayes; e a reportagem gráfica, escrita em 2016 pela jornalista Joyce Gomes e pela quadrinista Helô D’Angelo, autora dos desenhos. Na segunda parte, analiso especificamente o personagem “Abortinho”, colocando em relevo as estratégias visuais e discursivas empregadas pela cartunista para tratar desse tema como um problema social e político, ainda que tenha gerado uma significativa hostilidade entre leitores e leitoras. Entendo que a reação à série “Abortinho” se deu menos pelo impacto visual que a série produz sobre seus leitores, do que pela densidade que o tema “aborto” carrega, afinal a defesa dos direitos ao corpo e à liberação do aborto consistem nos maiores desafios enfrentados pelos feminismos contemporâneos.

Palavras-chave: Aborto. Quadrinhos. Fabiane Langona. Feminismo.

Biografia do Autor

Maria da Conceição Francisca Pires, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO

Doutora em História Social pela Universidade Federal Fluminense (UFF).   

Professora do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (PPGH/UNIRIO)

Referências

ANGELO, Helô; GOMES, Joyce. Quatro Marias: uma reportagem em quadrinhos sobre as realidades do aborto no Brasil. [S.l.: s.n.], 2016. Disponível em https://quatromarias.com. Acesso em: 17 dez 2019.

BAKHTIN, Mikhail. A cultura popular na idade média e no renascimento: o contexto de François Rabelais. São Paulo: Hucitec, 1993.

BIROLI, Flávia. Gênero e desigualdades: limites da democracia no Brasil. São Paulo: Boitempo, 2018.

BONACOSSA, Cynthia. Meu aborto em quadrinhos. Piauí, Rio de Janeiro, ed. 99, dez. 2014.

BONACOSSA, Cynthia. Pingue-pongue com Cynthia Bonacossa. Revista Risca! Memória e Política das Mulheres nos Quadrinhos, S.l.: Coletivo Lady’s Comics, nov. 2015.

BRASIL. Proposta de Emenda Constitucional 181/2015, de 15 de dezembro de 2015, altera o inciso XVIII do art. 7º da Constituição Federal. Brasília, DF: Câmara dos Deputados, 2015. Disponível em: https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/ prop_mostrarintegra?codteor=1425029&filename=PEC+181/2015. Acesso em: 20 maio 2020.

BRASIL. Projeto de Lei nº 5.069-A, de 2013. Acrescenta o art. 127-A ao Decreto-Lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940 - Código Penal. Brasília, DF: Câmara dos Deputados, 2013. Disponível em: https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra;jsessionid=A4A850F91D263A6E37C71C197B73477D.proposicoesWeb2?codteor=1404026&filename=Avulso+-PL+5069/2013. Acesso em: 20 Mai 2020.

CRESCÊNCIO, Cíntia. Quem ri por último, ri melhor: humor gráfico feminista (Cone Sul, 1975-1988). 2016. Tese (Doutorado em História) – Programa de Pós-graduação em História, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2016.

FÁVERO, Leonor Lopes. Paródia e Dialogismo. In: BARROS, Diana Luz Pessoa de; FIORIN, José Luiz (orgs.). Dialogismo, Polifonia e Intertextualidade em torno de Bakhtin. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1999.

FRANCO, Gabriela; MARINO, Dani. Aborto nas HQ de heróis. Minas Nerds, [S.l.], 27 set. 2016. Disponível em: https://minasnerds.com.br/2016/09/27/aborto-nas-hq-de-herois/. Acesso em: 17 dez 2019.

GUTIÉRREZ, Maria Alice. El Aborto y la autonomia de las mujeres: una lucha por la justicia. Clitoris: Sex(t)ualidades em Viñetas. Buenos Aires: Hotel de las Ideas, 2014.

HAYES, Leah. Not Funny Ha-Ha: a handbook for something hard. S.l. Fantagraphics, 2015. Disponível em: http://www.fantagraphics.com/notfunnyhaha/. Acesso em: 17 dez. 2019.

LANGONA, Fabiane Bento A. Uma mulher cartunista? Explique-se sobre isso. Lugar de mulher é onde ela quiser. São Paulo, 17 mar. 2015. Disponível em: http://lugardemulher.com.br/uma-mulher-cartunista-explique-se-sobre-isso/. Acesso em: 04 jan. 2018.

LANGONA, Fabiane. Álbum de Fotos de Fabiane Langona no Facebook. [São Paulo], 2015. Disponivel em: https://www.facebook.com/pg/chiqsland/photos/ . Acesso em: 12 nov. 2019.

O QUE O PL 5069 DIZ... (E NÃO DIZ) SOBRE A PÍLULA DO DIA SEGUINTE: tire dúvidas. El País, São Paulo, nov. 2015. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2015/11/12/politica/1447357721_656693.html Acesso em: 21 out 2019.

PIRES, Maria da Conceição Francisca. Mulheres desregradas: autorretratos e corpos grotescos nos cartuns de Fabiane. Topoi, Rio de Janeiro, v. 20, n. 41, p. 302-316, maio/ago. 2019a

PIRES, Maria da Conceição Francisca. Outras mulheres, outras condutas: feminismos e humor gráfico nos quadrinhos produzidos por mulheres. ArtCultura, Uberlândia, v. 21, n. 39, p. 71-87, jul./dez. 2019b.

RAGO, Margareth. A aventura de contar-se: feminismos, escrita de si e invenções da subjetividade. São Paulo: Editora Unicamp, 2013.

RODRIGUES, Marjorie. Na luta pelo aborto, será que ela foi longe demais? Revista AzMina, [S.l.], 05 jan. 2016. Disponível em: https://azmina.com.br/reportagens/na-luta-pelo-aborto-sera-que-ela-foi-longe-demais/. Acesso em: 17 dez. 2019.

SILVA, Vitória R. da; MARTINS, Flávia B. Projetos de lei da Câmara contrários ao aborto batem recorde em 2019. Carta Capital, São Paulo, set. 2019. Disponível em: https://www.cartacapital.com.br/sociedade/projetos-de-lei-da-camara-contrarios-ao-aborto-batem-recorde-em-2019/. Acesso em: 09 maio 2020.

TONIETTO, Chris. Projeto de Lei 2893/2019, de 14 de Maio de 2019, Revoga o art. 128 do Decreto-Lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940 (Código Penal), Brasilia, DF: Camara dos Deputados, 2019. Disponível em: https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra;jsessionid=A213BE5AEA90A49D8699316B4BAA7BEE.proposicoesWebExterno2?codteor=1747959&filename=Tramitacao-PL+2893/2019. Acesso em: 20 maio 2020.

Downloads

Publicado

2020-12-21

Como Citar

Pires, M. da C. F. (2020). A defesa da interrupção voluntaria da gravidez nos cartuns "Abortinho" de Fabiane Langona (2015-2017). Revista Tempo E Argumento, 12(31), e0101. https://doi.org/10.5965/2175180312312020e0101