Nascidos em um país que não existe mais: dois testemunhos sobre o cotidiano na República Democrática Alemã. Uma entrevista com Jürgen e Uta Menzel

Autores

  • Antero Maximiliano Reis Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175180308182016470

Resumo

Jürgen e Uta Menzel nasceram em Berlim, na República Democrática Alemã (RDA), e por lá viveram mais de 30 anos, até a queda do Muro, em 9 de novembro de 1989 . Uta Menzel nasceu em 1957, formou-se em economia do povo e atualmente trabalha como controladora de finanças. Jürgen Menzel nasceu em 1953, formou-se em engenharia elétrica e trabalha atualmente no setor de tecnologia da informação. Ambos ainda residem em Berlim, oficialmente reunificada em 3 de outubro de 1990. O casal esteve no Brasil, visitando a cidade de Florianópolis no mês de julho de 2013, quanto dispôs-se a participar de uma roda de conversa realizada no Centro de Ciências Humanas e da Educação, na Universidade do Estado de Santa Catarina. Na ocasião expuseram suas memórias e experiências acerca de seu cotidiano na extinta RDA. Neste dia, Jürgen e Uta concordaram em nos conceder a entrevista que segue abaixo. Os entrevistados foram devidamente esclarecidos sobre todos os procedimentos relacionados à entrevista e sua publicação, estando estes de pleno acordo.

 

Entrevista concedida em: 23/07/2013 em Florianópolis

Biografia do Autor

Antero Maximiliano Reis, Universidade de São Paulo

Doutor em História Econômica pela

Universidade de São Paulo

Professor colaborador na

Universidade do Estado de Santa Catarina

Downloads

Publicado

2016-08-31

Como Citar

REIS, A. M. Nascidos em um país que não existe mais: dois testemunhos sobre o cotidiano na República Democrática Alemã. Uma entrevista com Jürgen e Uta Menzel. Revista Tempo e Argumento, Florianópolis, v. 8, n. 18, p. 470 - 487, 2016. DOI: 10.5965/2175180308182016470. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/tempo/article/view/2175180308182016470. Acesso em: 29 jul. 2021.

Edição

Seção

Entrevista