Resistência e gênero nos arquivos das ditaduras militares do Cone Sul <em>DOI: 10.5965/2175180305092013451</em>

Autores

  • Cristina Scheibe Wolff ufsc

Resumo

Este artigo apresenta uma reflexão sobre os arquivos que guardam acervos sobre as ditaduras nos países do Cone Sul (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai) que tem sido explorados no Projeto Gênero, Feminismos e Ditaduras pelo Laboratório de Estudos de Gênero e História da Universidade Federal de Santa Catarina. Busca mostrar como se pode encontrar perspectivas de gênero em acervos que originalmente tiveram como principal propósito a repressão aos movimentos políticos de resistência às ditaduras, ou que se constituíram justamente no esforço de memória desta resistência, mas que não problematizaram especialmente as questões de gênero. A reflexão pretende mostrar que o gênero é um aspecto importante na constituição dos discursos da resistência nestes países.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristina Scheibe Wolff, ufsc

Doutora em História Social. Professora Associada da Universidade Federal de Santa Catarina

Downloads

Publicado

2013-06-28

Como Citar

WOLFF, C. S. Resistência e gênero nos arquivos das ditaduras militares do Cone Sul <em>DOI: 10.5965/2175180305092013451</em>. Revista Tempo e Argumento, Florianópolis, v. 5, n. 9, p. 451 - 471, 2013. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/tempo/article/view/2175180305092013451. Acesso em: 27 nov. 2022.

Edição

Seção

Seção Temática - Arquivos no tempo e na história