Philippe Ariès e seus arquivos: da memória do historiador à do militante <em>DOI: 10.5965/2175180305092013357</em>

Autores

  • Guillaume Gros Universidade de Toulouse le Mirail

Resumo

Este artigo tem como objetivo discutir a trajetória do historiador Philippe Ariès através da análise dos “arquivos Philippe Ariès” que foram reunidos no final dos anos 90. Esta dividido em 3 partes: na primeira parte foi feito uma breve exposição das grandes etapas do itinerário de Philippe Ariès entre a cultura política e a vocação de historiador; em um segundo momento foi aprofundado como se constituíram seus arquivos privilegiando a figura do historiador sem mascarar o militante, uma vez que as duas identidades são fortes. E por fim, analisaremos as condições da sua atualização e as tensões suscitadas pelo retorno da figura do militante sobre o historiador sobretudo com a recepção de suas obras póstumas a partir de 1986.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Guillaume Gros, Universidade de Toulouse le Mirail

Historiador pesquisador associado do FRAMESPA, Universidade de Toulouse le Mirail

Downloads

Publicado

2013-06-27

Como Citar

GROS, G. Philippe Ariès e seus arquivos: da memória do historiador à do militante <em>DOI: 10.5965/2175180305092013357</em>. Revista Tempo e Argumento, Florianópolis, v. 5, n. 9, p. 357 - 377, 2013. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/tempo/article/view/2175180305092013357. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

Seção Temática - Arquivos no tempo e na história