AS PALAVRAS QUE CABEM NO TRÂNSITO DA VIDA: memórias de Ariel Dorfman <em> WORDS THAT FIT A LIFE TRAJECTORY: memoirs of Ariel Dorfman </em>

Autores

  • Cláudio Pereira Elmir Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Resumo

http://dx.doi.org/10.5965/2175180304012012114

O artigo analisa o livro Uma vida em trânsito. Memórias de um homem entre duas culturas (1998), do intelectual americano Ariel Dorfman. Com base na leitura de seu livro de memórias, procuramos verificar de que maneira o autor constrói, tendo por base a sua trajetória de vida e a de sua família, o bilinguismo que caracteriza este mesmo percurso. Pela constituição de suas múltiplas identidades, nem sempre excludentes, Dorfman traça, por meio das migrações que sempre estiveram em seu horizonte de vida, as razões da aproximação de um homem vinculado a projetos de esquerda na América Latina com as referências culturais norte-americanas.

 

Palavras-chave: “Uma vida em trânsito”. Chile. Estados Unidos. Migrações.

Biografia do Autor

Cláudio Pereira Elmir, Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Doutor em História pela UFRGS. Professor do Curso de Graduação e do Programa de Pós-Graduação em História da UNISINOS.

Downloads

Publicado

2012-06-20

Como Citar

ELMIR, C. P. AS PALAVRAS QUE CABEM NO TRÂNSITO DA VIDA: memórias de Ariel Dorfman <em> WORDS THAT FIT A LIFE TRAJECTORY: memoirs of Ariel Dorfman </em>. Revista Tempo e Argumento, Florianópolis, v. 4, n. 1, p. 114 - 126, 2012. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/tempo/article/view/2175180304012012114. Acesso em: 29 jul. 2021.