O Desenvolvimento da história oral nos Estados Unidos: a evolução rumo à interdisciplinaridade

Autores

  • David King Dunaway Universidade de Novo México

Resumo

Este artigo discute o desenvolvimento da história oral nos Estados Unidos e como isto levou o campo a se tornar interdisciplinar em modos interessantes e úteis. Traça as suas origens no século XVII e explica o seu estabelecimento como um método (coleta de dados orais), um subcampo da história (historiografia oral) e um recurso para professores, comunidades e pesquisadores de todos os tipos (história oral). O autor descreve as suas aplicações práticas em outros campos, como a antropologia, a educação/ensino, os estudos étnicos/etno-históricos/americanos, o folclore, a gerontologia, o direito, a história literária, os estudos e a produção de mídia e os estudos das mulheres e de gênero. Os manuais de história oral também são discutidos neste artigo, que termina com uma atualização sobre como os historiadores orais estão enfrentando a nova e anti-intelectual postura do Presidente Trump e a sua agenda de direita. Esse fato é realmente novo: aparecerá no próximo mês na Oral History Newsletter da Associação de História Oral.

Palavras-chave: História Oral, EUA, Coleta de Dados Orais, Contação de história.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-11-24

Como Citar

DUNAWAY, D. K. O Desenvolvimento da história oral nos Estados Unidos: a evolução rumo à interdisciplinaridade. Revista Tempo e Argumento, Florianópolis, v. 10, n. 25, p. 523 - 544, 2018. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/tempo/article/view/14336. Acesso em: 25 out. 2021.