Violão em São Paulo: informações sobre o instrumento no período imperial

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2525530408022023e0202

Palavras-chave:

música em São Paulo, violão paulistano, violão no século XIX, violão brasileiro

Resumo

O presente artigo traça um panorama histórico da presença do violão em São Paulo no século XIX. Relacionam-se as atividades de homens escravizados, o advento da faculdade de direito, o crescimento da cidade, a chegada dos imi grantes e a consequente efervescência musical com o surgimento de um círculo social do violão. Devido à escassez de informações e bibliografia sobre o tema, utilizam-se fontes primárias da época (relacionadas muitas vezes indiretamente ao assunto principal), como jornais, revistas, livros de ficção, imagens e partituras. Estas fontes atípicas são manejadas na tentativa de desvelar o processo de difusão do instrumento, permeando dados históricos com passagens literárias, informações trazidas pela imprensa e pela iconografia. Foram detectados violonistas, compositores, apresentações, difusão de métodos para violão e o comércio de instrumentos e cordas musicais. As informações coletadas permitem mapear uma rede de sociabilidades ligada ao instrumento, e foi localizada uma peça composta para violão solo, sendo a única obra do século XIX escrita por um violonista paulista que foi encontrada até o momento. Nota-se que o repertório do violão não estava em consonância com o repertório mais geral em voga na cidade: polcas, mazurcas e valsas, as chamadas danças de salão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flavia Prando, Centro de Pesquisa e Formação - SESC/SP

Violonista, doutora e mestre em Música pela ECA-USP e bacharel em violão pelo IA-Unesp. É pesquisadora do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc SP e atua como regente convidada (2022-2023) da Camerata Infanto-Juvenil do Projeto Guri Santa Marcelina.

Referências

A PHENIX. São Paulo, ano 4, ed. 364, p. 4, 9 out. 1841. Disponível em: http://memoria.bn.br/pdf/720798/per720798_1841_00364.pdf. Acesso em 16 mar. 2023.

A PROVÍNCIA de São Paulo. São Paulo, ano VIII, n. 2310, p. 1, 2 dez. 1882. Disponível em: https://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/18821202-2315-nac-0001-999-1-not. Acesso em 16 mar. 2023.

A PROVÍNCIA de São Paulo. São Paulo, ano XIII, n. 3769, p. 3, 22 out. 1887. Disponível em: https://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/18871022-3769-nac-0003-999-3-clas. Acesso em: 17 mar. 2023.

ALMANAK da Província de São Paulo. São Paulo: Typographia Americana, p. 67, 1873. Disponível em: http://memoria.bn.br/docreader/DocReader.aspx?bib=448370&pagfis=73. Acesso em: 17 mar. 2023.

AMARAL, Antônio Barreto. Dicionário de história de São Paulo. São Paulo: Imprensa Oficial, 2006.

AMORIM, Humberto. “A carne mais barata do mercado é a carne negra”: comércio e fuga de escravos músicos nas primeiras décadas do Brasil oitocentista (1808-1830). OPUS, [s.l.], v. 23, n. 2, p. 89-115, ago. 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.20504/opus2017b2304. Acesso em: 17 mar. 2023.

ANDRADE, Mário de. Dicionário Musical Brasileiro. Belo Horizonte: Itatiaia, 1999.

ANTUNES, Gilson Uehara. Américo Jacomino Canhoto e o desenvolvimento da arte solística do violão em São Paulo. 2002. Dissertação (Mestrado em Musicologia) − Escola de Comunicação e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.

ASTREA. Minas Gerais, n. 383, p. 3-4, 27 jan. 1829. BECKER, Howard S. Art worlds: updated and expanded. California: University of California Press, 2008.

BINDER, Fernando Pereira. Profissionais, amadores e virtuoses: piano, pianismo e Guiomar Novaes. 2018. Tese (Doutorado em Musicologia) − Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27157/tde-13092018-153941/pt-br.php . Acesso em: 17 mar. 2023.

BURKE, Peter. O que é história cultural? São Paulo: Editora Schwarcz: Companhia das Letras, 2005.

CARVALHO, Afonso José de. São Paulo Antigo (188 -1886). Revista do Instituto Histórico e Geográfico Nacional, São Paulo, v. 41, p. 47-64, 1942.

CHARTIER, Roger. A história cultural: entre práticas e representações. Lisboa: Difel, 1990.

CHRISTOFORIDIS, Michael. Serenading Spanish Students on the Streets of Paris: The International Projection of Estudiantinas in the 1870s. Nineteenth-Century Music Review, [s. l.], v. 15, n. 1, p. 26-46, fev. 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1017/S1479409817000064. Acesso em: 17 mar. 2023.

CORREIO Paulistano. São Paulo, ano 15, n. 3616, p. 4, 26 jun. 1868. Disponível em: http://memoria.bn.br/pdf/090972/per090972_1868_03616.pdf. Acesso em: 17 mar. 2023.

CORREIO Paulistano. São Paulo, ano 26, n. 6900, p. 3, 14 nov. 1879. Disponível em: http://memoria.bn.br/pdf/090972/per090972_1879_06900.pdf. Acesso em: 17 mar. 2023.

CORREIO Paulistano. São Paulo, ano 29, n. 7850, p. 2, 2 dez. 1882. Disponível em: http://memoria.bn.br/pdf/090972/per090972_1882_07850.pdf. Acesso em: 17 mar. 2023.

CORREIO Paulistano. São Paulo, ano 32, n. 8675, p. 1, 24 jul. 1885a. Disponível em: http://memoria.bn.br/pdf/09 0972/per090972_1885_08675.pdf. Acesso em: 17 mar. 2023.

CORREIO Paulistano. São Paulo, ano 32, n. 8676, p. 2, 25 jul. 1885b. Disponível em: http://memoria.bn.br/pdf/0 90972/per090972_1885_08676.pdf. Acesso em: 17 mar. 2023.

CORREIO Paulistano. São Paulo, ano 57, n. 20092, p. 3, 12 jun. 1919. Disponível em: http://memoria.bn.br/pdf/090972/per090972_1919_20092.pdf. Acesso em: 17 mar. 2023.

DIABO Coxo. São Paulo, série 1, p. 4, 30 dez. 1864.

DIABO Coxo. São Paulo, série 2, n. 4, p. 4, 13 ago. 1865.

DOMINGOS, Marcus Caetano. Bernardo Guimarães, a respeito de seu autorretrato em Rosaura, a enjeitada (1883): “será o meu busto verônica?”. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v. 5, n. 1, p. 943-959, jan. 2019. Disponível em: https://doi.org/10.34117/bjdv5n1-1037. Acesso em: 17 mar. 2023.

EGG, André. Contra a pianolatria: os concertos de piano na crítica de Mário de Andrade no Diário Nacional em 1927. In: CONGRESSO DA ANPPOM, 29., 2019, Pelotas. Anais [...]. São Paulo: ANPPOM, 2019. Disponível em: https://anppom.org.br/anais/anaiscongresso_anppom_2019/5969/public/5969-20713-1-PB.pdf. Acesso em: 17 mar. 2023.

FRANÇA, Eurico Nogueira. A Música no Brasil, 1935. Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Saúde, Serviço de Documentação, 1953.

GUIMARÃES, Armelin. E Assim nasceu a Escrava Isaura. São Paulo: Centro Gráfico, 1984.

GUIMARÃES, Bernardo. Rosaura: a enjeitada. [s.l]: Associação de acervos literários biblioteca virtual, 2005.

KIEFFER, Anna Maria. São Paulo: Paisagens Sonoras (1830-1880). 1a edição. São Paulo: Selo Sesc, 2020.

MARCÍLIO, Maria Luiza. A Cidade de São Paulo: povoamento e população (1750-1850). São Paulo: Edusp, 2014.

CASTRO, Marcos Sampaio de. Bixiga: Um bairro afro italiano. São Paulo: Annablume, 2008.

MARTINS, José de Souza. Adolfo Coelho: os embates da língua e da linguagem. Análise Social, Lisboa, v.50, n. 214, p. 4-25, 2015. Disponível em: http://analisesocial.ics.ul.pt/documentos/AS_214_a01.pdf. Acesso em: 17 mar. 2023.

MATOS, Alderi Souza de. História da Igreja Presbiteriana do Brasil I (1859-1959). [20--?]. Disponível em: https://thirdmill.org/search.asp/kw/portuguese/93530~11_1_01_9-47-54_AM~Hist%C3%B3ria_da_Igreja_Presbiter%20iana_do_Brasil_Ihtml. Acesso em: 17 mar. 2023.

MORAES, José Geraldo Vinci de. Sonoridades paulistanas: final do século XIX ao início do século XX. Rio de Janeiro: Funarte, 1997.

MORAES, José Geraldo Vinci de. Polifonia na metrópole: história e música popular em São Paulo. Tempo, Niterói, n.10, p. 1-23, 2000. p. 8. Disponível em: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=167018242003. Acesso em: 30 set. 2020.

MORAES, Júlio Lucchesi. São Paulo: capital artística: a cafeicultura e as artes na belle époque (1906-1922). São Paulo: Beco do Azougue, 2014.

MOTA, Paula de Brito et al. A cidade de São Paulo de 1870 a 1930: café, imigrantes, ferrovia, indústria. 2007. Dissertação (Mestrado em Urbanismo) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2007. Disponível em: http://repositorio.sis.puc-campinas.edu.br/xmlui/handle/123456789/16193. Acesso em: 10 abr. 2023.

MOURA, Denise A. et al. Andantes de novos rumos: a vinda de migrantes cearenses para fazendas de café Paulistas em 1878. Revista Brasileira de História, [s. l.], v. 17, n. 34, p. 119-132, 1997. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0102-01881997000200006. Acesso em: 10 abr. 2023.

NAVES, Santuza Cambraia. O Violão Azul: Música Popular e Modernismo. Rio de Janeiro: Editora Fundação Getúlio Vargas, 1995.

PETROLLI, Valdenizio. O Paulista – O primeiro jornal da Província. In: CONGRESSO NACIONAL DE HISTÓRIA DA MÍDIA, 5., 2007, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: Intercom, 2007.

PRANDO, Flavia Rejane. O mundo do violão em São Paulo: processos de consolidação do circuito do instrumento na cidade (1890-1932). Tese (Doutorado) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.11606/T.27.2021.tde-24082021-211659. Acesso em: 10 abr. 2023.

REZENDE, Carlos Penteado de. Tradições musicais da Faculdade de Direito de São Paulo. Ed. ilustrada, comemorativa do IV centenário de São Paulo. São Paulo: Saraiva, 1954.

SÃO Paulo: Paisagens Sonoras (1830-1880) | Anna Maria Kieffer | Álbum Completo | Selo

Sesc. [S. l.: s. n.], 21 jan. 2019. 1 vídeo (70 min). Publicado pelo canal Selo Sesc. Disponível em: https://youtu.be/hpMB4dw9yeI. Acesso: 10 abr. 2023.

TABORDA, Marcia. O violão na corte Imperial. 2a edição. Rio de Janeiro: Fundação Biblioteca Nacional, 2021.

TAUNAY. Affonso de Escragnolle. História da cidade de São Paulo. Brasília: Senado Federal, Conselho Editorial, 2004.

THEOTONIO Gonçalves Côrrea (10/03/1846 - 10/05/1892) Recordação Saudosa (Mazurca, c. 1885). [S. l.: s. n.], 14 nov. 2022. 1 vídeo (3 min). Publicado pelo canal Flavia Prando. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=dTjrJ05QJDU&t=51s. Acesso: 20 mar. 2023.

TOLEDO. Roberto Pompeu. A capital da solidão: uma história de São Paulo das origens a 1900. São Paulo: Objetiva, 2012.

VIEIRA, Hermes; SILVA, Oswaldo. História da polícia civil de São Paulo. São Paulo: Brasiliana, 1955.

Downloads

Publicado

2023-06-23

Como Citar

PRANDO, Flavia. Violão em São Paulo: informações sobre o instrumento no período imperial. Orfeu, Florianópolis, v. 8, n. 2, p. e0202, 2023. DOI: 10.5965/2525530408022023e0202. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/orfeu/article/view/22930. Acesso em: 13 jun. 2024.