[1]
J. V. Viana, “O corpo da mulher como morada em Habite-me”, Móin-Móin, vol. 2, nº 23, p. 218-234, dez. 2020.