Da imagem à performance: dramaturgia para performances baseadas em imagens

Autores

  • Shiva Massoudi Universidade do Teerã
  • Nazanin Mehraein Universidade de Artes Aplicadas de Viena

DOI:

https://doi.org/10.5965/2595034701202019215

Resumo

Sem dúvida, é impossível ensinar qualquer tipo de arte sem contemplar outras. Baseadas na dissolução das fronteiras de diferentes tipos de artes, as tendências interdisciplinares são bastante predominantes na Arte Contemporânea. O aparecimento de elementos de outros tipos de arte no teatro como a fotogra a ou o vídeo requer revisão de seus métodos de ensino. No Teatro de Bonecos, que apresenta a qualidade de uma performance essencialmente sintética com diferentes estilos de manipulação e animação para qualquer artista, essa é uma questão bastante importante. A entrada de novas mídias no Teatro de Bonecos tem sido forte e e caz por causa de alguns aspectos da sobreposição entre o Teatro, o Cinema, a Pintura, etc. Harmonização com uma nova arte interdisciplinar exige a revisão dos métodos de ensino, especialmente nas aulas de direção como uma etapa de nal de curso. A imagem tem um papel signi cativo e crucial em nossa vida e cultura atuais. O surgimento da mídia virtual na vida hu- mana torna a imagem o canal de comunicação mais forte e mais próximo do mundo. Assim, é fundamental criar e ler imagens, tanto para os artistas quanto para o público e, naturalmente, deve ser aprendido em todos os tipos de aulas de artes visuais ou de artes cênicas. A leitura de imagens se divide em três passos que incluem a observação exata, a retirada de motivos e símbolos e, nalmente, a pesquisa das características das imagens que relacionam o mundo da imagem com outros mundos. A leitura de uma imagem pode nos ajudar a implicar um signi cado direto ou indireto de uma imagem e usá-la como um signi cado de adaptação dramatúrgica, transformando-a em um texto para criar uma peça. As aulas de direção da graduação de Teatro de Bonecos são principalmente ministradas no nal do programa em que estudantes preparam uma apresentação. Seu ensino é dividido em duas habilidades: direção técnica e direção ar- tística. Na direção técnica, estudantes aprendem aspectos técnicos da direção, enquanto a direção artística é sobre a abordagem e a visão do diretor ou diretora. Iniciar com a imagem é um bom método para ensinar direção artística e melhorar a abordagem da direção. Esse método pode ajudar estudantes a aprender a fazer sentido, melhorar a visão, desenvolver um olhar criativo e revelar signi cados ocultos. Com quatro etapas que começa com uma pintura seletiva, o método é aplicado nas aulas de direção de palco para estudantes do curso de bacharel em Teatro de Bonecos. Na primeira etapa, a pintura é apresentada como texto e adotada no trabalho com os objetos animados. O segundo passo é a primeira parte da dramaturgia que tem seis etapas, analisando pinturas. O terceiro é a segunda parte do desenvolvimento da dramaturgia, criando uma narração ou uma história, enquanto no último, o aluno ou a aluna busca a visua- lização pelos objetos animados. Ao alcançar a narração e encontrar a visualização, o processo de ensaio começa enquanto luz, som e música são criados. Finalmente, cada um apresenta seu trabalho que pode ser direcionado para diferentes formas de teatro ou estilos inovadores, incluindo o Teatro de Objetos e o Teatro Digital. Este método de desenvolver e aprimorar as habilidades de imagem-mente, aprimorando as habilidades dramatúrgicas, introduzindo a pintura (ou a foto) como um novo material para a criação de performances de objetos e enfatizando a força (poder) do Teatro de Bonecos como um tipo de arte performática que pode abarcar todas as abordagens contemporâneas.

Biografia do Autor

Shiva Massoudi, Universidade do Teerã

Bacharela em Teatro de Bonecos, Mestra em Animação, Doutora em Teatro e Membro da Faculdade de Artes Performáticas e Música, Universidade de Tehran desde 2004. Diretora do Mestrado em Teatro de Bonecos na Universidade de Teerã. Ministra as disciplinas de Escrita para Teatro de Bonecos, Direção de Teatro de Bonecos, Dramaturgia para Teatro de Bone- cos e Mitologia. Dirigiu inúmeros espetáculos teatrais e escreveu alguns ensaios, tais como: As Raízes Religiosas do Boneco, Boneco da Indústria dos Ritos, A Justaposição de Imaginário e Realidade no Teatro de Bonecos, Kheime-Shab Bazi: Teatro de Bonecos Tradicional Iraniano, A Genealogia do Palhaço no Teatro Iraniano. Publicou os livros A Introdução da Fantasia e A Apostila do Palhaço.

Nazanin Mehraein, Universidade de Artes Aplicadas de Viena

Bacharela em Artes Performáticas - Teatro de Bonecos (Universidade do Teerã), Mestranda em Artes Transdi- ciplinares (Universidade de Artes Aplicadas,Viena-Áustria). Traba- lhou como artista no Lilarum eater/ Puppethous, ilustradora noKanoon book center Iran e como diretora de arte em diversas obras.

Downloads

Publicado

2019-11-14

Como Citar

Massoudi, S., & Mehraein, N. (2019). Da imagem à performance: dramaturgia para performances baseadas em imagens. Móin-Móin - Revista De Estudos Sobre Teatro De Formas Animadas, 1(20), 215-236. https://doi.org/10.5965/2595034701202019215