A FIGURA DO ARQUITETO-ENGENHEIRO NA ANTIGUIDADE <EM> THE FIGURE OF THE ARCHITECT-ENGINEER IN THE ANTIQUITY </EM>

Autores

  • Bruno Belhoste Universidade de Paris I Panthéon-Sorbonne
  • Ana Paula Pupo Correia UFPR

Resumo

Este texto propõe-se esboçar o retrato do arquiteto-engenheiro na antiguidade. Como chefe do canteiro de obras e homem de ofício, difere não somente do imaginário clássica do arquiteto-artista, herança do Renascimento, mas também da figura do engenheiro-mestre que nos propõe a maior parte dos estudos recentes consagrados à ciência e a tecnologia antiga. Um artigo que vai demonstrar como a profissão de arquiteto foi ensinada neste período e qual era a sua importância no contexto histórico estudado. Palavras-Chave: História da Arquitetura; arquiteto-engenheiro da Antiguidade.

Biografia do Autor

Bruno Belhoste, Universidade de Paris I Panthéon-Sorbonne

Professor de História das Ciências da Universidade de Paris I Panthéon-Sorbonne e pesquisador associado do Serviço de História da Educação do Institut National de Recherche Pégagogique (INRP).

Ana Paula Pupo Correia, UFPR

Arquiteta, doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Paraná, linha de pesquisa em História e Historiografia da Educação; pesquisadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em História da Arquitetura Escolar (NEPHArqE) e bolsista da CAPES.

Downloads

Publicado

2011-06-21

Como Citar

BELHOSTE, B.; CORREIA, A. P. P. A FIGURA DO ARQUITETO-ENGENHEIRO NA ANTIGUIDADE <EM> THE FIGURE OF THE ARCHITECT-ENGINEER IN THE ANTIQUITY </EM>. Revista Linhas, Florianópolis, v. 12, n. 1, p. 05 - 18, 2011. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/linhas/article/view/2287. Acesso em: 27 jul. 2021.