O ensino das ciências da natureza no Brasil – 1942/1970

Autores

  • Reginaldo Alberto Meloni Universidade Federal de São Paulo

Resumo

Nesse trabalho serão apresentados e analisados os significados de alguns dos discursos sobre o ensino das ciências da natureza, realizados entre a Reforma Capanema, em 1942, e a promulgação da Lei 5692, em 1971. A pesquisa apontou para a existência de diferentes compreensões sobre as finalidades para a educação em ciências: em uma delas, o conhecimento científico deveria contribuir para uma formação humanista; em outra, o ensino das ciências deveria ter como objetivo formar o cidadão produtivo; uma terceira tendência propunha que a educação em ciências deveria se voltar à formação das habilidades do cientista. Verificou-se que durante todo o período analisado, estas tendências permaneceram em debate. 

Palavras-chave: Ciências. Ensino. História.

Biografia do Autor

Reginaldo Alberto Meloni, Universidade Federal de São Paulo

Tem experiência no ensino básico de Química e realiza pesquisa na área de História da Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: História da Educação em Ciências, Ensino de Química e Cultura Material Escolar.

Downloads

Publicado

2018-02-20

Como Citar

MELONI, R. A. O ensino das ciências da natureza no Brasil – 1942/1970. Revista Linhas, Florianópolis, v. 19, n. 39, p. 191 - 215, 2018. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/linhas/article/view/1984723819392018191. Acesso em: 20 out. 2021.