Planejamento coletivo por temas e avaliação descritiva em escola do campo - a experiência da Escola Básica Municipal José Maria

Autores

  • Roseli Borowicc
  • Solange Aparecida Zotti Instituto Federal Catarinense

Resumo

Este artigo relata e analisa a experiência dos educadores da escola do campo – Escola Básica Municipal José Maria, sobre o planejamento coletivo por temas e avaliação diagnóstica, processual e descritiva, a fim de problematizar os conflitos e as limitações inerentes à construção e implantação das propostas, que ocorreu no espaço da formação continuada de educadores, entre os anos de 2012 a 2015. A escola está localizada em assentamento da reforma agrária, no município de Abelardo Luz – SC. Os pressupostos do método do Materialismo Histórico Dialético orientam a pesquisa. Nesse sentido, o texto apresentado contextualiza a escola do campo nos princípios de educação construídos pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e na concepção pedagógica da Educação do Campo; aponta a função da escola nesta concepção; apresenta a proposta de planejamento coletivo por temas e a iniciativa da escola em optar pela proposta de avaliação por parecer descritivo; relata o processo de implantação da avaliação descritiva, as dificuldades e o retorno ao processo de avaliação anterior. Conclui apontando as potencialidades, limites e desafios da experiência que demonstram a contradição do modelo escolar dentro do sistema capitalista hegemônico, a ponto de dificultar e até mesmo impedir, em parte, a efetivação de um projeto de transformação da escola, no caso, principalmente, à concretização da avaliação por parecer descritivo, que ainda no decorrer de um processo em construção, retrocede a nota.                                                       

Palavras-chave: Educação do Campo. Formação de Educadores. Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra.

Biografia do Autor

Roseli Borowicc

Possui graduação em PEDAGOGIA pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI (2010). Especialização em EDUCAÇÃO - GESTÃO ESCOLAR pela Unidade Central de Educação- FAEM FACULDADE LTDA - UCEFF (2012), ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO DO CAMPO pelo Instituto Federal Catarinense - IFC. MESTRADO EM EDUCAÇÃO pela Universidade Federal do Paraná - UFPR. Participa do Núcleo de Pesquisas em Publicações Didáticas - NPPD da Universidade Federal do Paraná - UFPR. Possui experiência nas áreas de docência, coordenação pedagógica e gestão escolar em escolas do campo. Atualmente é educadora dos anos iniciais do ensino fundamental em escola pública do campo.

 

Solange Aparecida Zotti, Instituto Federal Catarinense

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade do Oeste de Santa Catarina (1993), graduação em Artes Práticas pela Universidade do Oeste de Santa Catarina (1990), pós-graduação em Metodologia do Ensino Superior pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ouro Fino (MG) (1995), mestrado em Educação na área de Educação e Ensino ? UnC/UNICAMP (2002) e Doutorado em Educação na área de História, Filosofia e Educação pela UNICAMP (2009). Foi professora da Fundação Universidade do Contestado de 1996 a 2012, atuando como Professora, Pesquisadora, Vice e Coordenadora do Curso de Pedagogia, Assessora de Iniciação Científica, Coordenadora de Pesquisa. Tem experiência na área de coordenação pedagógica e formação continuada de professores. Publicou artigos em periódicos especializados, trabalhos em anais de eventos nacionais e internacionais e o livro ?Sociedade, Educação e Currículo no Brasil: dos Jesuítas aos anos de 1980? (Editora Autores Associados: 2004). Atualmente é professora do Instituto Federal Catarinense ? IFC dos cursos de licenciatura em Física e Matemática. Na área do ensino atua especialmente nas seguintes disciplinas: Teorias Educacionais e Curriculares, Fundamentos Teóricos e Práticos da Formação e Atuação Docente,Políticas Educacionais, História da Educação, Metodologia Científica e da Pesquisa.

Downloads

Publicado

2018-02-20

Como Citar

BOROWICC, R.; ZOTTI, S. A. Planejamento coletivo por temas e avaliação descritiva em escola do campo - a experiência da Escola Básica Municipal José Maria. Revista Linhas, Florianópolis, v. 19, n. 39, p. 55 - 79, 2018. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/linhas/article/view/1984723819392018055. Acesso em: 28 out. 2021.