Organização e funcionamento do Atendimento Educacional Especializado na Educação Infantil em um município do interior paulista: perspectiva dos professores itinerantes e professores regentes

Autores

  • Gabriely Cabestré Amorim Universidade Estadual Paulista
  • Rita de Cássia Tibério Araújo Universidade Estadual Paulista

Resumo

O Atendimento Educacional Especializado (AEE), no seu novo formato de estrutura organizacional, é uma temática que vem sendo estudada com frequência, sobretudo sob os aspectos da prática pedagógica e instrumental nas Salas de Recursos Multifuncionais (SRMs). Contudo, há escassez de estudos que contemplem os arranjos organizacionais experimentados nos diferentes e variados territórios do país. Neste contexto, o objetivo desta pesquisa foi descrever, sob a ótica dos professores, os padrões e arranjos organizacionais que estruturam a prática do AEE na Educação Infantil (EI). Participaram do estudo 17 professores itinerantes do AEE (PI) na EI; nove professores regentes (PR). Utilizou-se como instrumento de coleta de dados a entrevista semiestruturada. Os resultados indicaram que os atendimentos realizados pelo PI possuem variações individualizadas. A estrutura organizacional do AEE, embora ofereça possibilidades de contato entre o PR e o PI, por meio do atendimento no mesmo turno, possui lacunas no âmbito da organização e do gerenciamento para a articulação das ações entre esses professores. As parcerias com as instituições favorecem a atenção mais global ao aluno, contudo o trabalho articulado entre os profissionais das instituições conveniadas e os participantes desse estudo não ocorre de forma sistematizada.

Palavras-chave: Educação de Crianças; Educação Especial; Educação Inclusiva.

Biografia do Autor

Gabriely Cabestré Amorim, Universidade Estadual Paulista

Doutoranda em Educação na área de Educação Especial (UNESP - Marília). Mestre em Educação na área de Educação Especial - UNESP - Campus de Marília (2015). Possui graduação em Pedagogia pela UNESP - Campus de Bauru (2010), Aperfeiçoamento em Produção de Material Didático para Diversidade pela UNESP - Campus de Bauru (2015). Experiência na área de Educação, com ênfase em Ensino-Aprendizagem, Educação Especial e Educação Infantil. Participante do Grupo de Pesquisa "Deficiências Físicas e Sensoriais - UNESP Marília" e do grupo "A inclusão da pessoa com deficiência, TGD/TEA ou superdotação e os contextos de aprendizagem e desenvolvimento - UNESP Bauru". Atua como orientadora da Redefor nos cursos de Especialização em Educação Especial na perspectiva da educação inclusiva.

Rita de Cássia Tibério Araújo, Universidade Estadual Paulista

Possui graduação em Terapia Ocupacional pela Universidade de São Paulo (1975), mestrado em Programa de Pós-Graduação em Educação pela Universidade Estadual Paulista-Faculdade de Filosofia e Ciências-Marilia (1993) e doutorado em Programa de Pós-Graduação em Educação pela Universidade Estadual Paulista-Faculdade de Filosofia e Ciências-Marilia (1998). Atualmente é professor assistente doutor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Tem experiência na área de Educação e de Terapia Ocupacional.

Downloads

Publicado

2016-05-30

Como Citar

CABESTRÉ AMORIM, G.; TIBÉRIO ARAÚJO, R. de C. Organização e funcionamento do Atendimento Educacional Especializado na Educação Infantil em um município do interior paulista: perspectiva dos professores itinerantes e professores regentes. Revista Linhas, Florianópolis, v. 17, n. 35, p. 122 - 152, 2016. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/linhas/article/view/1984723817352016122. Acesso em: 24 jul. 2021.