O discurso das políticas de educação especial na revista Nova Escola

Autores

  • Silvia Márcia Ferreira Meletti
  • Michelle Mayara Praxedes Silva

Resumo

Neste trabalho, temos por objetivo analisar a disseminação das políticas de educação especial nas publicações da revista Nova Escola. Para tanto, selecionamos as publicações da revista de 1997 a 2012, que tratavam da inclusão de alunos com necessidades educacionais especiais na escola regular. Após a seleção, tabulamos os artigos para iniciar a análise. A partir dos preceitos da análise de discurso, tendo por base Orlandi (2003), voltamo-nos para a disseminação do discurso político através do conteúdo textual e imagético das reportagens. Os resultados nos mostram que a revista Nova Escola tem feito a disseminação das políticas públicas de educação especial, expressando as mesmas lacunas que encontramos nas políticas inclusivas. E essas lacunas mostram-se numa inclusão que privilegia o estar na escola apenas para interagir, em detrimento da aprendizagem, secundarizando, assim, a ação pedagógica. Ao tratar da pessoa com deficiência, faz isso muitas vezes utilizando-se dos estereótipos relacionados à deficiência como os de vítima e herói. A inclusão é disseminada como um benefício que é dado para esses indivíduos e não como um direito propriamente dito.

Palavras-chave: Políticas públicas; Necessidades educacionais especiais; Revista Nova Escola; Análise do discurso.

Downloads

Publicado

2015-07-31

Como Citar

MELETTI, S. M. F.; SILVA, M. M. P. O discurso das políticas de educação especial na revista Nova Escola. Revista Linhas, Florianópolis, v. 16, n. 31, p. 144 - 172, 2015. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/linhas/article/view/1984723816312015144. Acesso em: 23 jul. 2021.