Bourdieu e o encontro de um itinerário de pesquisa em sociologia na Austrália

Autores

  • Richard Teese
  • Martine Derivry-Plard

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984723815292014217

Resumo

Este itinerário de pesquisa em sociologia da educação conta com a contribuição essencial dos conceitos de Bourdieu à compreensão da situação do sistema universitário australiano e ao acesso desigual a este sistema em função da origem social dos estudantes, função esta duplicada pela origem escolar. Na verdade, a estrutura do sistema educacional australiano se organiza segundo uma forte oposição entre os estabelecimentos privados das zonas geográficas privilegiadas e os estabelecimentos públicos das zonas geográficas desfavorecidas, ocupando uma posição intermediária os estabelecimentos católicos. A este quadro estrutural somam-se o controle do currículo pelas universidades e as reformas sucessivas deste último tornando ainda mais complexos o ingresso e as regras do jogo devido ao aumento do número de cursos e às transformações progressivas dos cursos seletos tradicionais que eram as Humanidades clássicas para os cursos de hoje que são a matemática, a física, a química e também a economia. Num contexto e segundo uma história muito diferenciada, pode-se afirmar que existiu e ainda existem Herdeiros australianos.

Palavras-chave: Bourdieu; Sociologia da educação; Austrália; Currículo; Universidade.

Downloads

Publicado

2014-10-15

Como Citar

TEESE, R.; DERIVRY-PLARD, M. Bourdieu e o encontro de um itinerário de pesquisa em sociologia na Austrália. Revista Linhas, Florianópolis, v. 15, n. 29, p. 217 - 231, 2014. DOI: 10.5965/1984723815292014217. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/linhas/article/view/1984723815292014217. Acesso em: 29 jul. 2021.