Domínio e cultura informática na escola

Autores

  • Adão Caron Cambraia Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha

Resumo

O presente trabalho é uma investigação a respeito da presença da informática no espaço da escola, e de como ela se constitui no âmbito das práticas pedagógicas. Para isso são identificados os papéis dos principais agentes envolvidos neste processo: alunos, professores e ainda um outro, nem sempre lembrado: o profissional de informática “residente” na escola. É a partir do olhar desse profissional que se elabora o presente trabalho, desenvolvido em duas linhas de investigação: a observação do espaço da escola e a escuta dos seus integrantes, e uma redescoberta da trajetória do profissional de informática que se encontra na escola, muitas vezes sem uma consciência clara das implicações da sua presença nesse espaço, buscando uma efetiva utilização da informática na educação. A partir disso, o texto se desdobra num olhar reflexivo do profissional de informática sobre a própria prática pedagógica, na tentativa de contribuir para concretizar a relação entre a Informática e a Educação. A intenção primeira do trabalho é apontar para a necessidade de cada instituição construir seus próprios usos e significados para a informática, bem como encontrar a partir do coletivo, soluções para questões hoje ainda em aberto. Para tal, a cultura informática é apresentada em suas variadas dimensões, numa tentativa de criar um panorama da realidade da informática na escola atual.

Biografia do Autor

Adão Caron Cambraia, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha

Professor do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia Farroupilha Coordenador do Curso de Licenciatura em Computação

Downloads

Publicado

2013-12-06

Como Citar

CAMBRAIA, A. C. Domínio e cultura informática na escola. Revista Linhas, Florianópolis, v. 14, n. 27, p. 105 - 133, 2013. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/linhas/article/view/1984723814272013105. Acesso em: 3 ago. 2021.