RESSIGNIFICAÇÃO DOS PAPÉIS DE PROFESSORES E ALUNOS NA RELAÇÃO ENTRE PROJETOS DE ENSINO-APRENDIZAGEM E TECNOLOGIAS DIGITAIS DE REDE

Autores

  • Vitor Malaggi Universidade de Passo Fundo (UPF)
  • Karina Marcon Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Adriano Canabarro Teixeira Universidade de Passo Fundo (UPF)

Resumo

O presente artigo tem como objetivo principal discutir as relações e papéis de professores e alunos ressignificados em um contexto educativo de apropriação dos Projetos de Ensino-Aprendizagem (PEA’s) e das Tecnologias Digitais de Rede (TDR’s). Neste sentido, inicialmente realiza-se uma revisão teórica sobre a utilização de Projetos na Educação enquanto sistema didático, bem como as possibilidades de imbricação das tecnologias desveladas no contexto social da cibercultura com os processos educativos. Por meio destas reflexões, torna-se possível embasar a análise e interpretação de um processo de pesquisa empírica, com caráter exploratório, realizado na E. E. E. F. Capistrano de Abreu, Soledade-RS. Com base nos resultados deste processo investigatório, o qual proveu um conjunto de dados que subsidiaram a discussão sobre PEA’s e TDR’s, estabeleceu-se conexões e relações que possibilitaram a proposição de novas explicações e interpretações para a problemática dos papéis de professore e alunos neste contexto.

Biografia do Autor

Vitor Malaggi, Universidade de Passo Fundo (UPF)

Vitor Malaggi é graduado em Ciência da Computação (2006) e Mestre em Educação (2009) pela Universidade de Passo Fundo (UPF), sendo a pós-graduação realizada como bolsista CAPES. Atualmente também é graduando em Pedagogia EAD (2012) pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Foi bolsista CNPq SET-6B no projeto de pesquisa “Guri – Aplicação Interativa de Autoria Colaborativa de Materiais Educacionais Hipermída na TV Digital”, no período de fev/2010 à jun/2012. Tem experiência na área de Informática na Educação e Inclusão Digital, com ênfase nas relações entre Teorias da Educação e a apropriação das Tecnologias Digitais de Rede em contextos educacionais. Também pesquisou como bolsista de Iniciação Científica nos seguintes temas: Telecentros Comunitários, Inclusão Digital, Software Livre, Educação de Jovens e Adultos, Alfabetização e Objetos de Aprendizagem.

Karina Marcon, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Karina Marcon é Doutoranda em Educação (Bolsista CNPq) pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), na linha de pesquisa Educação a Distância. É Mestre em Educação (2008) e Bacharel em Comunicação Social: Habilitação em Publicidade e Propaganda (2004) pela Universidade de Passo Fundo (UPF). Atualmente também é graduanda em Pedagogia Licenciatura Plena EAD (2012) pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Tem experiência e interesse de pesquisa nas áreas de Inclusão Digital, Educomunicação, Educação a Distância, Informática Educativa, Formação de Professores.

Adriano Canabarro Teixeira, Universidade de Passo Fundo (UPF)

Adriano Canabarro Teixeira concluiu o doutorado em Informática na Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 2005, período no qual realizou estágio de doutorado na Universidade de Roma Três - Itália. É pós-doutor em EAD pela UFRGS com apoio do CNPq. Atualmente é Professor da Universidade de Passo Fundo. É pesquisador e líder do grupo de estudo e pesquisa em Inclusão Digital [http://gepid.upf.br]. Também atua como professor no Programa de Mestrado e Doutorado em Educação da Universidade de Passo Fundo. É o responsável pelo projeto de extensão Mutirão pela Inclusão Digital [http://mutirao.upf.br], colaborador dos projetos Kit Escola Livre [http://kelix.upf.br] e Mundo da Leitura [http://http://mundodaleitura.upf.br]. Atualmente é Bolsista de Extensão no País MCT/CNPq - Nível A.

Downloads

Publicado

2012-11-30

Como Citar

MALAGGI, V.; MARCON, K.; TEIXEIRA, A. C. RESSIGNIFICAÇÃO DOS PAPÉIS DE PROFESSORES E ALUNOS NA RELAÇÃO ENTRE PROJETOS DE ENSINO-APRENDIZAGEM E TECNOLOGIAS DIGITAIS DE REDE. Revista Linhas, Florianópolis, v. 13, n. 2, p. 152 - 180, 2012. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/linhas/article/view/1984723813022012152. Acesso em: 3 ago. 2021.