João Roberto Moreira e o movimento pela escola nova em Santa Catarina (1934-1943)<em>João Roberto Moreira and the new school movement in Santa Catarina (1934-1943)</em>

Autores

  • Leziany Silveira Daniel UFPR

Resumo

Este estudo analisou algumas das ideias e concepções de João Roberto Moreira construídas principalmente no período em que atuou em Santa Catarina no Grupo Escolar Conselheiro Mafra (1934-1936), de Joinvile, e no Curso Normal do Instituto de Educação de Florianópolis (1937-1943), participando do Movimento pela Escola Nova. Suas discussões teóricas têm como pano de fundo uma realidade brasileira marcada pelo desafio de constituição de sua nacionalidade, requerida por um governo preocupado em se adequar às novas exigências do sistema capitalista. Uma nova organização da educação nacional tornava-se tarefa urgente a ser implementada, encontrando nos princípios científicos, fornecidos pelos conhecimentos advindos sobretudo do campo das ciências sociais, os fundamentos necessários para sua transformação. Ao professor foi atribuída a tarefa de ser o principal veículo de divulgação dos novos ideais de sociedade. Reformas no ensino de vários Estados buscando instituir uma formação de professores alicerçada nos conhecimentos científicos introduziram nos currículos as chamadas “Ciências Fontes da Educação”. Em Santa Catarina, as reformas demonstraram a preocupação do governo em fornecer aos professores um conjunto de fundamentos científicos que procuravam constituir uma Pedagogia com bases cada vez mais racionais.
Palavras-Chaves: Intelectuais. Movimento pela Escola Nova. Educação e Ciências Sociais.

 

Abstract
This study examined some of the ideas and conceptions of João Roberto Moreira built mainly during the period when he served in Santa Catarina in the primary school Conselheiro Mafra (1934-1936), of Joinville, and the Course of the Normal Institute of Education, Florianópolis (1937-1943), participating in the Movement for the New School. His theoretical discussions are set against the backdrop of a Brazilian reality marked by the challenge of setting up their nationality, requested by a government anxious to fit the new demands of the capitalist system. A new organization of national education became an urgent task to be implemented by finding in the scientific principles provided by the knowledge derived mainly from the social sciences, the foundations for its transformation. Teachers were given an important role in this process as the main promoters of the new ideals of society. Education reforms of several states actively seeking to establish a teacher education rooted in the scientific knowledge introduced in the curriculum the so-called “Sciences Source of Education” programs. In Santa Catarina, the reforms demonstrated the concern of the government to provide teachers with a set of scientific foundations seeking to establish a pedagogy with bases increasingly rational.
Keywords: Intellectuals. New School Movement. Education. Social Sciences.

Biografia do Autor

Leziany Silveira Daniel, UFPR

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Paraná. Mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina. Pedagoga formada pela Universidade Federal de Santa Catarina

Downloads

Publicado

2009-11-25

Como Citar

SILVEIRA DANIEL, L. João Roberto Moreira e o movimento pela escola nova em Santa Catarina (1934-1943)<em>João Roberto Moreira and the new school movement in Santa Catarina (1934-1943)</em>. Revista Linhas, Florianópolis, v. 10, n. 2, p. 181-207, 2009. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/linhas/article/view/1420. Acesso em: 24 jul. 2021.