Educação, Sexualidade e o “Panta Rei” de Heráclito <br> Education, Sexulaity and “Panta Rei" by Heráclico

Autores

  • Alexandre Ari Monich Faculdade Cenecista de Joinville / SC
  • Nelia Elaine Wahlbink Engster IELUSC

Resumo

A sexualidade é ainda um tema maltratado. O preconceito, a moral, a religião, o tabu rondam o tema também nos dias de hoje. O tema continua entrando no currículo escolar pela porta dos fundos. Irrompe na escola muito mais nos corredores, nos banheiros e nos compartimentos secretos das mochilas e das alunas e alunos do que na discussão preparada e madura da sala de aula. Articular a educação para além do determinismo continua sendo um desafio à pedagogia. A fluidez da vida, assim como reconhecida por Heráclito, é o reconhecimento que tudo está em constante movimento. A ética que decorre daí é mais compromisso com a mudança constante do que apatia ante a temporalidade das certezas. Construir a pedagogia dentro de uma perspectiva libertadora, no dizer de Paulo Freire, donde se pressupõe a escolha histórica dos valores, remete à sexualidade enquanto tema ético na escola. A tarefa escolar é menos de apagar as pichações nas carteiras e nos banheiros e mais a capacitação de recursos materiais e humanos a articularem temas e vivências no mesmo espaço escolar. A escola pode ser um lugar de articulação. Para ser lugar de oxigenação, a escola deve discutir eticamente os conflitos que ali se manifestam.

Palavras-chave: Sexualidade. Moral. Educação. Escola.


Abstract: Sexuality is still a mistreated issue. Prejudice, moral, religion, and taboo also surround the issue nowadays. The topic continues to enter in the scholar curriculum by the back door. It emerges more in the school’s corridors, restrooms and in the secret compartments of the students’ backpacks than in the prepared and mature discussion in the classroom. To articulate education to go beyond determinism continues to be a challenge to pedagogy. The flow of life, so recognized by Heráclito, is the acknowledgement that everything is in constant movement. The ethic that derives from it is more committed to the constant change than the apathy in face of the temporality of certainties. To build pedagogy in a liberating perspective, in the saying of Paulo Freire, with the assumption of choosing historic values, submits to sexuality as an ethic subject in school. The school’s task is less of erasing graffiti on desks and in restrooms and more to capacitate material and human resources to articulate themes and living experiences in the same school environment. Schools can be a place of articulation. In order to be a place of oxygenation, the school should discuss ethically the conflicts that manifest there.

Keywords: Sexuality. Moral. Education. School.

Biografia do Autor

Alexandre Ari Monich, Faculdade Cenecista de Joinville / SC

Possui graduação pela Escola Superior de Teologia (1988), graduação em FACULDADE DE PSICOLOGIA pelo ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE ENSINO (2000) e especialização em Pastorado Escolar pela Escola Superior de Teologia (2000). Atualmente é Mestrando em Educação da Fundação Universidade Regional de Blumenau. Tem experiência na área de Educação. Atuando principalmente nos seguintes temas: EPISTEMOLOGIA, EDUCAÇÃO.

Nelia Elaine Wahlbink Engster, IELUSC

Pedagoga, Professora do Ensino Superior. Mestre em Educação e Cultura pela UDESC.

Downloads

Publicado

2008-09-26

Como Citar

MONICH, A. A.; WAHLBINK ENGSTER, N. E. Educação, Sexualidade e o “Panta Rei” de Heráclito <br> Education, Sexulaity and “Panta Rei" by Heráclico. Revista Linhas, Florianópolis, v. 8, n. 1, 2008. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/linhas/article/view/1350. Acesso em: 29 jul. 2021.

Edição

Seção

Artigo