Avaliação Ergonômica do Desconforto Muscular causado pelo uso de Cadeira de Rodas

Autores

  • Ivan Luiz de Medeiros Universidade Federal de Santa Catarina
  • Bruna Brogin Universidade Federal do Paraná
  • Eugenio Andrés Dias Merino Universidade Federal de Santa Catarina
  • Gilson Braviano Universidade Federal de Santa Catarina
  • Vilson Batista Universidade do Rio Grande do Sul

Resumo

Subir rampas é uma atividade difícil para muitos usuários contínuos de cadeira de rodas, sendo a avaliação do desconforto nesta situação o objetivo deste artigo. Para tanto foram utilizados alguns instrumentos: Máquina de Termografia Digital, Mapa de Desconforto Muscular e Frequência Cardíaca. Após a subida da rampa verificou-se que o desconforto do cadeirante concentra-se nos músculos dos ombros, antebraços, cotovelos e mãos. O uso da cadeira de rodas em situação real apontou a dificuldade de subir rampas com cadeira de propulsão manual, ainda mais em se tratando de rampas com inclinação superior a permitida por lei. Verificaram-se problemas relacionados à roda e ao freio das cadeiras analisadas.

Biografia do Autor

Ivan Luiz de Medeiros, Universidade Federal de Santa Catarina

Graduado em design, especialista em ergonomia, mestre em engenharia de produção e doutorando em design

Bruna Brogin, Universidade Federal do Paraná

Possuo graduação em Moda com habilitação em Design de Moda pela Universidade do Estado de Santa Catarina (2011). Finalizo a especialização em Design Experiencial (abril/2014) pela Universidade Federal de Santa Catarina . Atualmente sou mestranda de Gestão do Design na Universidade Federal de Santa Catarina (conclusão em 12/2014). Possuo experiência na área de Design de Moda, confecção infantil e Tecnologia Assistiva.

Eugenio Andrés Dias Merino, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui graduação em Desenho Industrial pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina e doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é professor associado IV da Universidade Federal de Santa Catarina e coordena o Núcleo de Gestão de Design e o Laboratório de Design e Usabilidade. Tem experiência na área de Design, com ênfase em Gestão de Design, Design Universal, Design Inclusivo e Design Saúde, e na área de engenharia, especificamente com ergonomia, produto e processo. Participa dos programas de pós-graduação em Design e Engenharia de Produção ambos da UFSC. Faz parte do grupo de avaliadores do INEP/MEC e do Conselho Estadual de Educação de Santa Catarina na avaliação de cursos. Atualmente é pesquisador CNPq (PQ1C), Membro do Comité Assessor do CNPq (CA DI) e líder do grupo de pesquisa em Gestão de Design.

Gilson Braviano, Universidade Federal de Santa Catarina

É Licenciado em Matemática e Mestre em Engenharia de Produção, na área de Pesquisa Operacional, pela Universidade Federal de Santa Catarina e Doutor em Matemática Aplicada pela Université Joseph Fourier (Grenoble-França). É professor do Departamento de Expressão Gráfica da UFSC, atuando no Mestrado e Doutorado em Design. Integrou, por cinco anos, a Pró-Reitoria de Cultura e Extensão. Suas áreas de interesse envolvem os Métodos de Representação, os Ambientes Virtuais de Aprendizagem e a Estatística. É tutor do grupo PET Conexões de Saberes da UFSC, preside a ABEG - Associação Brasileira de Expressão Gráfica e integra, no INEP/MEC, o Banco de Avaliadores das Instituições de Ensino Superior Brasileiras.

Vilson Batista, Universidade do Rio Grande do Sul

Vilson João Batista, Dr. Eng., é Professor Convidado da UFRGS, e é colaborador do Grupo de Projeto, Fabricação e Automação Industrial - GPFAI / DEMEC / EE / UFRGS. Vem atuando nesta área com Desenvolvimento de Projeto de Produto com projetos de P & D através de EDITAIS FINEP / MCTI / CNPq, em parceria com Empresas & Universidades. Através de uma Metodologia Interdisciplinar, que envolve pesquisadores alunos de doutorado, mestrado e graduação, realizam-se trabalhos em TEMAS e NECESSIDADES REAIS com desdobramentos de ganhos Acadêmicos, Tecnológicos e Sociais em P & D. Fez sua formação com Pós-Doutorado na Engenharia Mecânica da UFSC 2009. Doutorado pela Engenharia Mecânica da UFSC 1998. Mestrado em Engenharia de Materiais, Metalurgia e Minas da UFRGS 1993. Especialização em Projeto de Produto Desenho Industrial pela PUC-RS 1989. Engenheiro Mecânico pela PUC-RS 1986. Na UFRGS desde 1976 quando ingressou, sempre atuou no Ensino, Pesquisa e Extensão através dos Laboratórios de Ensaios Mecânicos, Instrumentação e Projeto Mecânico. O atual Grupo de Projeto, Fabricação e Automação Industrial - GPFAI do DEMEC pertence a Universidade Federal do Rio Grande do Sul UFRGS. Como Professor Convidado do Departamento de Engenharia Mecânica DEMEC, e membro do GPFAI, atua nas linhas de pesquisa em Projeto, Fabricação & Automação Industrial, focando o Ensino, Pesquisa e Extensão como espaços de formação de Recursos Humanos. Atuando com Grupos Interdisciplinares formado por Engenheiros, Designers, Educadores, Saúde - onde desenvolve projetos de máquinas, motores, mecanismos, mobilidade ônibus e veículos alternativos para mobilidade. Considerando a chamada oficial através da Agenda Social SDH/BR 2007, para a política de inclusão; desde julho de 2007, e do Viver sem Limite de 2011, vem atuando em Projetos com Grupos de Trabalho Interdisciplinares no TEMA da TA Tecnologia Assistiva, junto ao PGDesign_Pós - Graduação em Design & Tecnologia_ Mestrado e Doutorado da UFRGS. Neste Curso desenvolve estudos em projeto de produtos com metodologias focadas no atendimento das demandas em TA Tecnologia Assistiva para Pessoas com Deficiências e usuários destas Tecnologias Sociais para inclusão, autonomia e melhora da qualidade de vida.

Downloads

Publicado

2015-11-27