A antropometria e sua aplicação na adequação de ferramentas de corte para trabalhadores de um frigorífico de carne suína

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2316796312232023178

Palavras-chave:

antropometria, indústrias de processamento de carne, fisioterapia do trabalho

Resumo

Situações com potencial para comprometer a saúde do trabalhador podem ser encontradas nos postos de trabalho das indústrias de abate e processamento de carnes, tais como, repetitividade, posturas inadequadas, manuseio de cargas, monotonia, aplicação de força excessiva e uso de ferramentas manuais. Objetivou-se avaliar se a ferramenta de corte utilizada no frigorífico suíno atende as medidas antropométricas das mãos dos trabalhadores. Trata-se de uma pesquisa aplicada, de abordagem quantitativa; quanto aos objetivos, tem-se uma pesquisa descritiva, com delineamento de estudo de campo. A pesquisa foi realizada em uma empresa do ramo de abate e processamento de carne suína, da qual participaram 101 trabalhadores. Foram coletadas 04 variáveis antropométricas das mãos dos trabalhadores; na sequência, foram verificadas quais variáveis antropométricas possuíam relação direta com a ferramenta de trabalho, com a finalidade de verificar se as medidas da ferramenta de corte estavam adequadas ao perfil antropométrico dos trabalhadores. Os resultados mostraram que o comprimento da empunhadura da faca atende ao percentil 95% da população. Para a variável diâmetro é recomendado à empresa disponibilizar facas com tamanhos variados, dentre as margens mencionadas na literatura. Recomenda-se, ainda, que a empresa disponibilize facas com cabos em tamanhos diferentes, para que o trabalhador avalie sua percepção em relação ao conforto ou desconforto e às queixas dolorosas durante a sua utilização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Romínia Zélia Freitas Souza Lazarini, Faculdade Dinâmica do Vale do Piranga (FADIP)

Graduada em Fisioterapia pela Faculdade Dinâmica do Vale do Piranga. Pós-graduanda em Ergonomia pela Universidade de Santo Amaro.

 

Emília Pio da Silva, Faculdade Dinâmica do Vale do Piranga (FADIP)

Mestrado e Doutorado na Linha de Pesquisa Ergonomia e Saúde do Trabalhador pela Universidade Federal de Viçosa - UFV. Pós Doutorado pela Universidade Federal de Viçosa - UFV. Pós Doutorado em Risco Social e Envelhecimento na Universidade Federal de Viçosa - UFV. Professora dos Cursos de Fisioterapia e Medicina da Faculdade Dinâmica.

Referências

AÑEZ, Ciro Romelio Rodriguez. A antropometria e sua aplicação na ergonomia. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano, Curitiba - PR, v. 3, n. 1, p. 102 108, 2001. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/ar-ticle/view/3966#:~:text=A%20antropometria%20%C3%A9%20o%20ramo,o%20tama-nho%20e%20a%20forma.&text=Uma%20das%20aplica%C3%A7%C3%B5es%20das%20medidas,%2C%20autom%C3%B3 veis%2C%20erramentas%2C%20etc. . Acesso em: 21 abr. 2022.

ASSOCIATES, Henry D. As Medidas do Homem e da Mulher. Editora Grupo A, 2005. Disponível em: https://online.vitalsource.com/books/9788577801022. Acesso em: 12 jul. 2021.

BRASIL. Manual de auxílio na interpretação e aplicação da norma regulamentadora nº 36: Segurança e saúde no trabalho em empresas de abate e processamento de carnes e derivados. Ministério do Trabalho e Emprego - MTE. Brasília/DF. 265 p. Set. 2017. Disponível em: https://sit.trabalho.gov.br/portal/images/SST/SST_manuais_publicacoes/MANUAL_N R_36_COMPILADO.pdf. Acesso em: 03 maio. 2022.

COSTA NETO, Pedro Luiz de Oliveira. Estatística. São Paulo: Ed. Edgard Blücher, 2002.

DEFANI, Junior Clacindo. Avaliação do perfil antropométrico e análise dinamométrica dos trabalhadores da agroindústria do setor de frigoríficos e abatedouros: o caso da Perdigão - Carambeí. 2007. 126 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia da Produção) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Ponta Grossa, 2007. Disponível em: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3600. Acesso em: 16 abr. 2022.

DUL, Jan; WEERDMEESTER, Bernard. Ergonomia Prática. 3. ed. São Paulo: Ed. Blucher, 2012.

HORSFALL, Ian; WATSON, Celia; CHAMPION, Steve, PROSSER, Philip; RINGROSE, Trevor. The effect of knife handle shape on stabbing performance. Ed. Applied Ergonomics. v. 36, n. 4, p. 505-511, 2005. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.apergo.2004.12.001. Acesso em: 21 maio. 2022.

IIDA, Itiro; GUIMARÃES, Lia Buarque de Macedo. Ergonomia: projeto e produção. 3 ed. São Paulo: Blucher, 2016. 850 p.

JAIN, R.; SAIN, M. K.; MEENA, M. L.; DANGAYACH, G. S.; BHARDWAJ, A. K. Non-powered hand tool improvement research for prevention of work-related problems: a review. Int J Occup Saf Ergon. v. 24, n. 3, p. 347-357, 2018. DOI: 10.1080/10803548.2017.1296214. Epub 2017 Mar 28. PMID: 28278007. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/28278007/. Acesso em: 16 fev. 2022.

KROEMER, Karl H. E.; GRANDJEAN, Etienne. Manual de Ergonomia: Adaptando o trabalho ao homem. [Trad. Guimarães L. B. de M]. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2004. 328 p.

MANDAHAWI, Nabeel; IMRHAN, Shheik; AL-SHOBAKI, Salman; SARDER, B. Hand anthropometry survey for the Jordanian population. International Journal of Industrial Ergonomics. v. 38, n. 11-12, p. 966-976, 2008. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.ergon.2008.01.010. Acesso em: 20 mai. 2022.

MOHAMMAD, Yunis A. A. Anthropometric characteristics of the hand based on laterality and sex among Jordanian. International Journal of Industrial Ergonomics, v. 35, n. 8, p. 747-754, 2005. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0169814105000454. Acesso em: 21 maio. 2022.

OKUNRIBIDO, Olanrewaju O. A survey of hand anthropometry of female rural farm workers in Ibadan, western Nigeria. Ergonomics. v. 43, n. 2, p. 282-292. 2000. DOI: 10.1080/001401300184611. PMID: 10675064. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/10675064/. Acesso em: 24 abr. 2022.

PASCHOARELLI, Luis Carlos; MENIN, Mariana; SILVA, Danilo Corrêa; CAMPOS, Lívia Flávia de Albuquerque; SILVA, José Carlos Plácido da. Antropometria da mão humana: influência do gênero no design ergonômico de instrumentos manuais. Rev. Bras. de Erg. Ação Ergonômica, São Paulo, v. 5, n. 2, p. 1-8, 2010. Disponível em: https://www.revistaacaoergonomica.org/revista/index.php/ojs/article/view/104. Acesso em: 23 abr. 2021.

PASCHOARELLI, Luis Carlos; SOUSA, Bruno César; SILVA, Danilo Corrêa; SILVA, José Carlos Plácido. A influência da variedade antropométrica entre mãos de destros e canhotos no design ergonômico de instrumentos manuais: um estudo preliminar. Rev. da Associação Estudos em Design. v. 15, n. 1, 2008. Disponível em: https://www.eed.emnuvens.com.br/design/article/view/7/4. Acesso em: 27 maio 2022.

TIRLONI, Adriana Seára; DOS REIS, Diogo Cunha; TIRLONI, Salvador Francisco; MORO, Antônio Renato Pereira. Exertion Perception When Performing Cutting Tasks in Poultry Slaughterhouses: Risk Assessment of Developing Musculoskeletal Disorders. Int J Environ Res Public Health, Florianópolis, v. 17, n. 24, 2020. DOI: 10.3390/ijerph17249534. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/mdl-33352725. Acesso em: 23 abr. 2022.

VERONESI, José Ronaldo. Fisioterapia do trabalho: Cuidando da Saúde Funcional do Trabalhador. 2. ed. São Paulo: Andreoli, 2014. 368 p.

VYAS, Heer; NAG, Anjali; NAG, Pranab. Ergonomics evaluation of user-hand tool interaction. Work. v. 53, n. 4, p. 745-53, 2016. DOI: 10.3233/WOR-162279. PMID: 26967043. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/26967043/. Acesso em: 21 maio 2022.

ZACCAGNI, Luciana; TOSELLI, Stefania; BRAMANTI, Barbara; GUALDI-RUSSO, Emanuela; MONGILLO, Jessica; RINALDO, Natascia. Handgrip Strength in Young Adults: Association with Anthropometric Variables and Laterality. Int J Environ Res Public Health, v. 17, n. 12, p. 4273, 2020. DOI: 10.3390/ijerph17124273. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/32549283/. Acesso em: 27 maio 2022.

Downloads

Publicado

2023-10-18

Como Citar

LAZARINI, Romínia Zélia Freitas Souza; SILVA, Emília Pio da. A antropometria e sua aplicação na adequação de ferramentas de corte para trabalhadores de um frigorífico de carne suína. Human Factors in Design, Florianópolis, v. 12, n. 23, 2023. DOI: 10.5965/2316796312232023178. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/hfd/article/view/23268. Acesso em: 24 fev. 2024.