Análise ergonômica do trabalho dos policiais da ROCAM do 12º Batalhão de Polícia Militar do Estado de São Paulo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2316796311222022068

Palavras-chave:

análise ergonômica, Polícia Militar do Estado de São Paulo, ROCAM

Resumo

A jornada de trabalho dos policiais da ROCAM do Estado de São Paulo possui uma alta intensidade e exige um alto nível performance. A fim de analisar a ergonomia presente no dia a dia dos policiais, foi realizado um questionário onde obteve-se uma amostra com 120 respostas tendo como objetivo a coleta de dados quantitativos e qualitativos em relação a profissão. Foi utilizado o software Ergolândia para realizar uma análise angular da posição dos membros do corpo durante a atividade, em seguida utilizou-se a aplicação de métodos que ajudam a avaliar as condições de trabalho. Os resultados dos métodos aplicados indicaram a existência de um risco iminente em relação as condições de trabalho e sinalizaram que se deve realizar ajustes na atividade, para evitar danos físicos futuros nos policiais. A partir das análises é possível concluir que o principal ofensor durante o trabalho é a motocicleta, na qual não possui ajustes personalizados para cada tipo de pessoa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Carolina Russo, Universidade de São Paulo

Possui graduação em Engenharia Ambiental pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2010), mestrado em Tecnologia Nuclear pela Universidade de São Paulo (2013) e doutorado em Engenharia de Infraestrutura Aeronáutica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (2019). Atualmente é membro de grupo de estudos do Instituto de Estudos Avançados - USP, pós-doutoranda da Universidade de São Paulo, pesquisador visitante da Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho, membro fundador - PanAmerican Network for Problem-Based Learning e perita judicial - Superior Tribunal de Justiça. Tem experiência na área de Engenharia de Produção, com ênfase em Higiene e Segurança do Trabalho.

Valmor Saraiva Racorti, Polícia Militar do Estado de São Paulo

Possui graduação em Direito pela Universidade Cruzeiro do Sul (2006), graduação em Curso de Formação de Oficiais pela Academia de Polícia Militar do Barro Branco (1994), mestrado em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública pelo Centro de Altos Estudos de Segurança ´Cel PM Nelson Freire Terra´ (2014) e doutorado em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública pelo Centro de Altos Estudos de Segurança ´Cel PM Nelson Freire Terra´ (2019). Atualmente é Coronel - Polícia Militar do Estado de São Paulo. Tem experiência na área de Defesa, com ênfase em Segurança Pública.

Renato Marques Pavão, Universidade de São Paulo

Possui graduação em Direito e em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública, pela Academia de Polícia Militar do Barro Branco (APMBB). Atualmente, cursa o mestrado em Gestão de Políticas Públicas na Universidade de São Paulo (USP). É Capitão da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP) e Chefe da Equipe de Negociação do Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE), onde comanda uma Companhia GATE. Atua como professor na APMBB e na Escola Superior de Sargentos, além de coordenar os cursos de Negociação e Gerenciamento de Crises da PMESP.

Guilherme Paes Leme Loureiro, Instituto Mauá de Tecnologia

Engenheiro de Produção formado pelo Instituto Mauá de Tecnologia.

Isabela Furtado Marques Paes, Instituto Mauá de Tecnologia

Engenheira de Produção formado pelo Instituto Mauá de Tecnologia.

Tony Joseph Bsaibes, Instituto Mauá de Tecnologia

Engenheiro de Produção formado pelo Instituto Mauá de Tecnologia.

Yasmim Nunes Coutinho, Universidade Municipal de São Caetano do Sul

Aluna de Graduação do curso de medicina na Universidade Municipal de São Caetano do Sul.

Referências

CPC - Comando de Policiamento da Capital - Google My Maps. Disponível em: <https://www.google.com/maps/d/u/0/viewer?mid=1TLjLWPyTMPIKk5Rj_3c-hMNIblM&shorturl=1&ll=-23.61799118610595%2C-46.56572626319284&z=12>. Acesso em: 16 abr. 2022.

IIDA, I.; BUARQUE, L. Ergonomia: Projetos e Produção. São Pauo: Blucher, 2016.

MINAYO, M. C. DE S.; DE ASSIS, S. G.; DE OLIVEIRA, R. V. C. Impacto das atividades profissionais na saúde física e mental dos policiais civis e militares do Rio de Janeiro (RJ, Brasil). Ciencia e Saude Coletiva, v. 16, n. 4, p. 2199–2209, 2011.

PAIM, C. et al. Análise Ergonômica: Métodos Rula e Owas aplicados em uma Instituição de ensino superior. Espacios, v. 38, n. 11, 2017.

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Programas de Policiamento. Disponível em: <https://www.policiamilitar.sp.gov.br/institucional/policiamento-rocam/>. Acesso em: 15 abr. 2022.

RUSSO, A. C. et al. A VULNERABILIDADE AO ESTRESSE APRESENTADA PELO POLICIAL MILITAR DIANTE DO CLIMA ORGAZACIONAL NO GRUPO DE AÇÕES TÁTICAS ESPECIAIS (GATE) DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO (PMESP). Anais do Congresso Brasileiro de Ergonomia da ABERGO. Anais...Rio de Janeiro (RJ) Virtual: Even3, 2021.

RUSSO, A. C. ANÁLISE ERGONÔMICA DA VIATURA DE FORÇA TÁTICA DO 11o BATALHÃO DA POLÍCIA MILITAR DE SÃO PAULO. Revista Ação Ergonômica, v. 15, n. 1, 2021a.

RUSSO, A. C. AVALIAÇÃO DO ESTRESSE TÉRMICO EM VIATURAS UTILIZADAS NOS SERVIÇOS DE RADIOPATRULHAMENTO NA OPERAÇÃO VERÃO NOS MUNICÍPIOS DE CARAGUATATUBA E SANTOS / SP. Revista Ação Ergonômica, v. 15, n. 17, 2021b.

Downloads

Publicado

2022-12-16

Como Citar

RUSSO, A. C.; RACORTI, V. S. .; PAVÃO, R. M.; LOUREIRO, G. P. L. .; PAES, I. F. M. .; BSAIBES, T. J. .; COUTINHO, Y. N. Análise ergonômica do trabalho dos policiais da ROCAM do 12º Batalhão de Polícia Militar do Estado de São Paulo. Human Factors in Design, Florianópolis, v. 11, n. 22, p. 068-082, 2022. DOI: 10.5965/2316796311222022068. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/hfd/article/view/22069. Acesso em: 5 fev. 2023.