Contribuições da termografia infravermelha na avaliação ergonômica de produtos:

estudos de caso

Autores

  • Franciele Forcelini Universidade Federal de Santa Catarina https://orcid.org/0000-0002-8301-201X
  • Giselle Schmidt Alves Díaz Merino Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Eugenio Andrés Díaz Merino

DOI:

https://doi.org/10.5965/2316796311212022109

Resumo

Este artigo tem como objetivo identificar as contribuições da termografia infravermelha (TIV) na avaliação ergonômica de produtos, apresentando dois estudos de caso. Os resultados confirmam que a TIV é um método seguro, não-invasivo e eficiente para: (1) avaliar produtos e usuários; (2) verificar relações entre produto-usuário; (3) identificar desconfortos; (4) entender o comportamento de estruturas e materiais; (5) diagnosticar problemas de projeto e; (6) avaliar alternativas. Contudo, pode ser considerada como recurso viável para a realização de avaliações ergonômicas, contribuindo para o desenvolvimento de produtos mais seguros, confortáveis e adequados aos usuários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Franciele Forcelini, Universidade Federal de Santa Catarina

Designer e pesquisadora. Doutoranda pelo programa de Pós-Graduação em Design da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Mestra em Design (UFSC), especialista em Master Design (SUSTENTARE) e bacharel em Design de Produto (FURB). Pesquisadora do Núcleo de Gestão de Design e Laboratório de Design e Usabilidade (NGD-LDU) desde 2017. Membro da Rede de Pesquisa e Desenvolvimento em Tecnologia Assistiva (RPDTA). 

Giselle Schmidt Alves Díaz Merino, Universidade do Estado de Santa Catarina

Pesquisadora CNPq (PQ 2) na área de Desenho Industrial. Professora do Departamento de Design na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Professora do Programa de Pós-graduação em Design da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Pós Doutora em Fatores Humanos pela Universidade do Estado de Santa Catarina com estágio na Universidade Politécnica de Valencia, Espanha (2017). Doutora em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2014). 

Eugenio Andrés Díaz Merino

Pesquisador CNPq (PQ 1C) na área de Desenho Industrial. Professor do Programa de Pós-graduação em Design e Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina. Membro Titular do Comitê Assessor de Desenho Industrial – CNPq (CA).

Downloads

Publicado

2022-06-20

Como Citar

FORCELINI, F.; SCHMIDT ALVES DÍAZ MERINO, G.; ANDRÉS DÍAZ MERINO , E. Contribuições da termografia infravermelha na avaliação ergonômica de produtos:: estudos de caso. Human Factors in Design, Florianópolis, v. 11, n. 21, p. 109-127, 2022. DOI: 10.5965/2316796311212022109. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/hfd/article/view/19907. Acesso em: 1 out. 2022.