Design, bordado e resistência

entre Zuzu Angel e Linhas de Sampa

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/18083129152021e0019

Palavras-chave:

Moda, Designers, Angel, Zuzu, 1921-1976 , Bordado, Resistência na arte, Política na arte

Resumo

Este artigo traz os resultados de uma dissertação de Mestrado que aborda um percurso investigativo sobre os conceitos de traje de oposição e bordado de oposição, por meio de aproximações entre os campos do design de moda e da política. Além de uma tomada histórica, são elencadas significativas mudanças nos modos de vida ocorridas na segunda metade do século XX, em articulação com roupas e bordados. Nesse contexto, o conceito de resistência é delineado na produção de subjetividade contemporânea pela abordagem de trajes e de bordados apresentados em dois estudos de caso. O primeiro deles é uma coleção de roupas da designer de moda mineira Zuzu Angel, criada no ano de 1971 em meio à ditadura civil-militar brasileira (1964-1985). O segundo, inserido no cenário político da última década (2010-2020), analisa panfletos bordados do Coletivo paulistano Linhas de Sampa. A pesquisa enfoca as potências do traje e do bordado de oposição como fatores narrativos dissonantes, que criam espaços expressivos questionadores da hegemonia social, no sentido de ampliar as articulações entre os campos do design e da política.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda do Nascimento Cintra, Universidade Anhembi Morumbi

Professora no curso Superior Têxtil e Moda da Faculdade de Tecnologia de Americana (FATEC- SP) na disciplina Tecelagem I. Mestranda em Design. Participa da linha de pesquisa Teoria, História e Crítica do Design. Participa do grupo de pesquisa Design, arte e moda: conexões contemporâneas. É especialista em Negócios da Moda pela Faculdade SENAI-SP, Graduada em Tecnologia Têxtil pela FATEC- SP. Têm ampla experiência na área de ensino de têxtil e moda, atuando como docente desde 2009 e com experiência relacionada às áreas têxtil e de moda, pesquisa e criação em têxtil e moda, em modelagem, moulage, jeanswear, lavanderia, desenho técnico de moda, pesquisa de tendências e visual merchandising, tecnologia têxtil, acabamento.

Cristiane Ferreira Mesquita, Universidade Anhembi Morumbi

Psicanalista e terapeuta psicanalista no Instituto Sedes Sapientiae (SP). Mestre e Doutora em Psicologia pelo Núcleo de Estudos da Subjetividade (PUC-SP). Pós-Doutorado no Departamento de Artes da Goldsmiths University of London (UK). Professora do PPG Design da Universidade Anhembi Morumbi. <cfmesquita@anhembi.br > ORCID: 0000-0001-6860-0676      

Referências

ABRANTES, T. Ao menos 10 cidades terão atos em memória de Marielle Franco. Exame, São Paulo, 15 de mar. de 2018. Disponível em: https://exame.abril.com.br/brasil/ao-menos-10-estados-terao-atos-em-memoria-de-marielle-franco/. Acesso em: 23 abr. 2020.

AGNEW, J. H. The new shape of global power. Philadelphia: Temple University Press, 2005.

ANDRADE, P. Zuzu Angel: o poder da moda contra a opressão. In: COLÓQUIO NACIONAL DE MODA, 2., 2006, Salvador. Anais eletrônicos [...]. Salvador : ABEPEM , 2006. Disponível em: http://coloquiomoda.com.br/anais/Coloquio%20de%20Moda%20-%202006/artigos/94.pdf. Acesso em: 1 dez. 2018.

ANSON, L.; HODGE, N. A-Z of art:The world greatest and most popular artists and their works. Londres: Carlton, 2006.

ARAÚJO, M. P. N.; FERREIRA, M. de M.; FICO, C.; QUADRAT, S. V. (org.). Ditadura e democracia na América Latina: balanço histórico e perspectivas. São Paulo: FGV, 2008.

BAMBOZZI, L. Uma introdução ao avesso do avesso. In. RENA, A.; RENA, N. (org.). Design e política. Belo Horizonte: Fluxos, 2014.

BOECKEL, C. Protesto no Rio cobra punição à Vale por desastre ambiental em Mariana. Rio de Janeiro, 16 nov. 2015. Website: G1. Disponível em: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2015/11/protesto-no-rio-cobra-punicao-vale-por-desastre-ambiental-em-mariana.html. Acesso em: 20 abr. 2020.

BOURDIEU, P. O mercado dos bens simbólicos. In: MICELI, S. (org.). A economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 1982.

BRAGA, J. PRADO, L, A. História da moda no Brasil: das influências as autorreferências. São Paulo: Disal, 2012.

BRATICH, J. Z., BRUSH, H. M. Fabricating activism: craft-work, popular culture, gender. Utopian Studies v. 22, N. 2, Special Issue Craftivism, 2011.

BURKE, P. O Renascimento. Lisboa: Texto & Grafia, 2008.

CALIRMAN, C. Arte brasileira na ditadura militar: Antonio Manuel, Artur Barrio, Cildo Meireles. Rio de Janeiro: Réptil, 2014.

CARDOSO, R. Design para um mundo complexo. São Paulo: UBU, 2016.

COATS & CRAFTS. 100 pontos de bordado. Disponível em: https://www.yumpu.com/pt/document/read/12844137/100-pontos-de-bordado-coats-crafts-brasil. Acesso em: 13 maio 2020.

COSTA-MOURA, F. Proliferação das hashtags: lógica da ciência, discurso e movimentos sociais contemporâneos. Ágora, Rio de Janeiro, v.17, n. spe. 2014. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-14982014000300012. Acesso em: 10 mai. 2020.

CUNHA, A. G. da. Dicionário etimológico da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Lexicon Brasil, 2012.

DANTAS, H. Educação política: sugestões a partir de nossa atuação. Rio de Janeiro: Fundação Konrad Adenauer, 2017.

DUARTE, R. Pesquisa qualitativa: reflexões sobre o trabalho de campo. Cadernos de Pesquisa, Rio de Janeiro, n. 115, p. 139-154, 2002.

DUNN, C. Brutality Garden: Tropicália and the Emergence of a Brazilian Counterculture. North Carolina: The University of North Carolina Press, 2001.

EVANS, T. Cinco explicações para a crise financeira internacional. Revista Tempo do Mundo, Rio de Janeiro, v. 3, n. 1. abr. 2011. Disponível em: http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/6248/1/RTM_v3_n1_Cinco.pdf. Acesso em: 13 mar. 2020.

FELICE, M.; PEREIRA, E., ROZA, E. (org.). Net-Ativismo: redes digitais e novas práticas de participação. Campinas: Papirus, 2017.

FERREIRA, A. B. de H. Novo Aurélio século XXI: o dicionário da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1995.

FOUCAULT, M. História da Sexualidade I: a vontade de saber. Rio de Janeiro: Graal, 1988.

FOUCAULT, M. Microfísica do Poder. Rio de Janeiro: Graal, 1992.

GARCIA, C. C. Breve História do Feminismo. São Paulo: Claridade, 2015.

HECHT, E.; SERVENT, P. (org). Século de Sangue: as vinte guerras que mudaram o mundo. São Paulo: Contexto, 2015.

INSTITUTO ZUZU ANGEL. Acervo documental e têxtil do Instituto Zuzu Angel. Disponível em: https://www.zuzuangel.com.br. Acesso em: 8 nov. 2019.

JESUS, E. de. Design, arte e política. In: RENA, A.; RENA, N. (org). Design e política. Belo Horizonte: Fluxos, 2014.

LINHAS DE SAMPA. Linhas de Sampa Bordando por Justiça! São Paulo, 26 abr. 2018. Facebook: @linhasdesampa. Disponível em: https://m.facebook.com/notes/linhas-de-sampa/linhas-de-sampa-bordando-por-justi%C3%A7a/791440711066517/. Acesso em: 1 abr. 2020.

LINHAS DE SAMPA. Fotos. Facebook: @linhasdesampa. São Paulo, 5 abr. 2020. Disponível em: https://m.facebook.com/pg/linhasdesampa/photos/. Acesso em: 5 abr. 2020.

LINHAS DE SAMPA. Instagram: @linhasdesampa. São Paulo, 8 abr. 2020 Disponível em: https://www.instagram.com/linhasdesampa. Acesso em: 8 abr. 2020.

LOPEZ, A.; MOTA C. G. (org.). História do Brasil: uma interpretação. São Paulo: Senac, 2012.

MELO, C. T. V.; VAZ, P. R. G. E a corrupção coube em 20 centavos. Galaxia, São Paulo, n. 39, 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/gal/n39/1519-311X-gal-39-0023.pdf. Acesso em: 18 abr. 2020.

MESQUITA, C. Moda Contemporânea: quatro ou cinco conexões possíveis. São Paulo: Anhembi Morumbi, 2010.

MORAES, L. E. História Contemporânea: da Revolução Francesa à Primeira Guerra Mundial. São Paulo: Contexto, 2017.

PAPANEK, V. Design for the real world: human ecology and social change. Chicago: Academy Chicago Publishers, 1985.

PARKER, R. The Subversive Stitch: Embroidery and the Making of the femininity. Londres: The Womens Press Limited, 2010.

PINHEIRO-MACHADO, R. Amanhã vai ser maior: o que aconteceu com o Brasil e as possíveis rotas de fuga para a crise atual. São Paulo: Planeta, 2019.

ROSSI, M. As mulheres brasileiras dizem basta. El País Brasil, São Paulo, 4 de nov. de 2015. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2015/11/03/politica/1446573312_949111.html. Acesso em: 20 abr. 2020.

SALUSTIANO, S. Análise de sentimento. In: SILVA, T.; STABILE, M. Monitoramento e pesquisa em mídias sociais: metodologias, aplicações e inovações. São Paulo: Uva Limão, 2016.

SESC. EntreMeadas. São Paulo : Sesc Vila Mariana, 16 out. 2019-9 fev. 2020. Curadoria: Adélia Borges. Catálogo de exposição

VALLI, V. Eu, Zuzu Angel, procuro meu filho. Rio de Janeiro: Record, 1987.

WILSON, E. Enfeitada de Sonhos. Lisboa: Edições 70, 1989.

Publicado

2021-06-17

Como Citar

CINTRA, F. do N.; MESQUITA, C. F. . Design, bordado e resistência: entre Zuzu Angel e Linhas de Sampa . DAPesquisa, Florianópolis, v. 16, p. 01-26, 2021. DOI: 10.5965/18083129152021e0019. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/19386. Acesso em: 8 dez. 2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)