Educação não-formal online em Design

uma análise conceitual dos cursos de Design Gráfico da plataforma Udemy

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/18083129152021e0020

Palavras-chave:

Tecnologia educacional, Desenho - Estudo e ensino, Educação não-formal, Inovações educacionais, Ensino via Web

Resumo

A Educação online tem despontado, na atualidade, como uma alternativa à educação formal. Com o apoio das Tecnologias Digitais da Informação e da Comunicação, pode-se estudar utilizando diferentes dispositivos acerca de diversas ferramentas, técnicas e softwares, o que tem se popularizado ainda mais na área do Design. Neste contexto, o objetivo do presente estudo é o de realizar uma análise conceitual quantitativa de uma base de dados de 603 cursos de Design Gráfico da plataforma Udemy, a qual oferece cursos online em diversos temas. São abordados um perfil geral dos cursos, seus níveis e outras variáveis a partir de estatística descritiva. Como resultados, notou-se a predominância de cursos relacionados a ferramentas e de cursos para todos os níveis ou iniciantes. A partir da análise quantitativa, são traçadas reflexões acerca da Educação em Design e da Pesquisa em Design como previamente estabelecidas, frente a um possível novo paradigma educacional que ganha relevância nos últimos anos: o da educação não-formal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Peduzzi Gomes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutorando em Design no PGDesign - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Mestre em Design pelo UniRitter. Designer na CWI Software.

Vinicius Gadis Ribeiro, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Professor Adjunto no Departamento Interdisciplinar - Campus Litoral Norte e PGDesign (UFRGS). Doutor em Computação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Sidnei Renato Silveira, Universidade Federal de Santa Maria - Campus Frederico Westphalen

Professor Adjunto na Universidade Federal de Santa Maria - Campus Frederico Westphalen. Doutor em Computação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Referências

BASTOS, R. C.; BIAGIOTTI, B. MOOCs: uma alternativa para a democratização do ensino. RENOTE, Porto Alegre, v. 12, n. 1, 2014. DOI: https://doi.org/10.22456/1679-1916.50333. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/renote/article/view/50333. Acesso em: 26 mai. 2020.

BAYAZIT, N. Investigating Design: A Review of Forty Years of Design Research. Design Issues, Massachusetts, v. 20, n. 1, p. 16–29, Winter 2004. DOI: https://doi.org/10.1162/074793604772933739

BÜRDEK, B. E. História, teoria e prática do design de produtos. São Paulo: Edgard Blucher, 2006.

CASTELLS, M. O poder da comunicação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2015.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. 11ª ed. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

CROSS, N. Developments in Design Methodology. John Wiley : UK, 1984.

DATA.WORLD. About us. Disponível em: https://data.world/company/about-us/. Acesso em: 11 out. 2019.

DEMO, P. Professor do Futuro e Reconstrução do Conhecimento. Rio de Janeiro: Vozes, 2009.

DEMO, P. Ser Professor é Cuidar que o Aluno Aprenda. Porto Alegre: Mediação, 2014.

DESCARTES, R. O Discurso do Método. 3. ed. São Paulo: Martins Flores, 2001.

FONTOURA, A. M. As Manifestações pós-modernistas no desenho industrial e suas repercussões no ensino do projeto de produto. 1997. Dissertação (Mestrado em Educação ) - Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 1997.

FRANCO, S. R. K. O Construtivismo e a Educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 2004.

GASPAR, A. A educação formal e a educação informal em ciências. In: Massarani L.; Moreira I. C.; Brito F. (org.). Ciência e público: caminhos da divulgação científica no Brasil. Rio de Janeiro : Casa da Ciência/UFRJ, 2002. p. 171-183. Disponível em: https://goo.gl/Pth5ZQ. Acesso em: 8 jan. 2019.

GOOGLE Finance. 2019. Disponível em: https://www.google.com/finance/. Acesso em: 6 out. 2019.

GOMES, R. P. Revisão sistemática de publicações do periódico Design Studies com o suporte de técnicas de mineração de dados e de textos. Dissertação (Mestrado em Design) – Centro Universitário Ritter dos Reis, Porto Alegre, 2018.

GOMES, R. P. et al. Aplicação de revisão sistemática com suporte de mineração de dados e de textos: o caso do periódico Design Studies. Em Questão, Porto Alegre, v. 25, n. 3, p. 156-183, set./dez. 2019. DOI: http://dx.doi.org/10.19132/1808-5245253.156-183 .

MCLUHAN, M. Os meios de comunicação como extensões do homem. São Paulo: Cultrix, 1969.

MEGGS, P. B.; PURVIS, A. W. História do design gráfico. São Paulo: Cosac Naify, 2009.

MILLER, J. A.; LUPTON, E. (org.). ABC da bauhaus: a Bauhaus e a teoria do design. São Paulo: Cosac Naify, 2008.

MORAES, D. Pós-graduação em design no Brasil: cenários e perspectivas. Estudos em Design, Rio de Janeiro, v. 22, n. 3, p. 1–12, 2014.

PAPERT, S. Mindstorms: children, computers, and powerful ideas. New York: Basic Books, 1980.

RAABE, A. L. A. et al. Educação criativa: multiplicando experiências para a aprendizagem. Recife: Pipa Comunicação, 2016. E-book. Disponível em: https://www.pipacomunica.com.br/livrariadapipa/produto/educacao-criativa/.Acesso em: 01 out. 2019.

SAMPIERI, R.; COLLADO, C.; LUCIO, M. Metodologia de Pesquisa. Porto Alegre: Penso Editora, 2013.

SANTAELLA, L. Pós-humano — por quê?. Revista USP, São Paulo, n. 74, p. 126-137, jun-ago, 2007. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revusp/article/download/13607/15425. Acesso em: 7 jan. 2019.

SANTAELLA, L. A aprendizagem ubíqua substitui a educação formal? Comunicação e Tecnologia, São Paulo, v. 2, n. 1, 2010. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/ReCET/article/viewFile/3852/2515. Acesso em: 15 out. 2019.

TEXTALYSER. 2019. Disponível em: . Acesso em: 11 out. 2019.

UDEMY. 2019. Disponível em: <http://www.udemy.com>. Acesso em: 06 out. 2019.

VALENTE, J. A.; ALMEIDA F. J. Visão analítica da Informática na Educação no Brasil: A questão da formação do professor. Revista Brasileira de Informática na Educação, n. 1, 1997.

VINHAS, O.; JUNGBLUT, H.; GOMES, R. P. Da razão à performance: a educação sob a constituição do pós-humano na era da internet ubíqua. RELACult - Revista Latino-Americana de Estudos em Cultura e Sociedade, Foz do Iguaçu, v. 5, Edição Especial - IV EHM, abr., 2019. DOI: https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1370

VYGOTSKY, L. A Formação Social da Mente. 7. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

Publicado

2021-06-11

Como Citar

GOMES, R. P.; RIBEIRO, V. G.; SILVEIRA, S. R. Educação não-formal online em Design: uma análise conceitual dos cursos de Design Gráfico da plataforma Udemy. DAPesquisa, Florianópolis, v. 16, p. 01-22, 2021. DOI: 10.5965/18083129152021e0020. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/18298. Acesso em: 5 dez. 2021.