Peixe-pescado:

escrever a prática, processos de composição da escrita performativa

Autores

  • Janaína Moraes University of Auckland
  • Igor Passos Pires Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312915252020e0020

Palavras-chave:

Escrita e arte, Linguagem corporal na arte, Composição (Arte), Performance (Arte)

Resumo

O presente artigo tem como motor a pergunta “quais os modos de escrever a prática?”. A partir dessa questão investigamos, por meio de uma escuta atenta e de uma prática de acolhimento, a noção de pescaria enquanto método. A escrita da prática como uma forma de exercitar as performatividades dos encontros enquanto potência criadora: o que se escreve acontece nos corpos e, através desses, pela grafia, se materializam - obras de arte. É apresentado um processo que busca a horizontalidade entre os corpos e seus saberes em trânsito. Corpos que con/vida/m e, no aceitar, recusar e/ou pinçar (d)o convite, (se) formam (em) redes poéticas, estéticas e políticas. A escrita como prática de convívio de corpos vivos no exercício de suas performatividades (im)possíveis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Janaína Moraes, University of Auckland

Doutoranda em Dance Studies

Igor Passos Pires, Universidade de Brasília

Licenciado em Artes Cênicas

Referências

ALVES, R. Variações sobre o prazer: Santo Agostinho, Nietzsche, Marx e Babette. São Paulo: Editora Planeta do Brasil, 2011.

BARROS, M. O livro das ignorâncias. Rio de Janeiro: Alfaguara, 2016.

BOJUNGA, L. A bolsa amarela. Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 2002.

BOURRIAUD, N. Estética relacional. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

CLARK, L. Livro-obra. Rio de Janeiro, 1983

DELEUZE, G. Diálogos. São Paulo: Editora Escuta, 1998.

DELEUZE, G. L'abécédaire de Gilles Deleuze. Dir: Pierre-André Boutang, Paris, 1996.

FABIÃO, E. Corpo performativo. In: Bardawil, A. (org.) Tecido afetivo: por uma dramaturgia do encontro. Fortaleza: Cia. da Arte Andanças, 2010, p. 24-26.

FABIÃO, E. Performance e teatro: poéticas e políticas da cena contemporânea. Sala Preta, São Paulo, n. 8, p. 235-246, 2008. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/salapreta/article/view/57373/60355. Acesso em 10 ago. 2020.

FABIÃO, E. Programa performativo: o corpo-em-experiência. ILINX-Revista do LUME, Campinas, n. 4, dez. 2013. Disponível em: https://www.cocen.unicamp.br/revistadigital/index.php/lume/article/ view/276. Acesso em: 12 jun. 2013

FABIÃO, E.; LEPECKI, A. (org.). Ações Eleonora Fabião. Rio de Janeiro : Itaú cultural, 2015.

LATOUR, B. Jamais fomos modernos. São Paulo: Editora 34, 1994.

LARROSA, J. Notas sobre a experiência e o saber da experiência. Revista Brasileira de Educação, n. 19, p. 20-28, jan./abr., 2002. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbedu/n19/n1 9a02.pdf. Acesso em 10 ago. 2020.

LARROSA, J. Tremores: escritos sobre a experiência. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2014.

LEPECKI, A. Criações e Contextos - Rumos Dança - 2009/2010. [S. l. ] : Itaú Cultural, 2010. Publicado on-line no canal Itaú Cultural. Disponível em: https://issuu.com/itaucultural/docs/rumos_danca_criacoeseconexoes. Acesso em: 05 mar. 2020.

LISPECTOR, C. Água viva. Rio de Janeiro: Rocco, 2008.

MACHADO, A. Proverbios y cantares: XXIX. In: MACHADO, A. Campos de Castilla. [S. l.] : Editorial Literanda, 2012. p .130. Disponível em: encurtador.com.br/fJLMQ. Acesso em: 30 nov. 2017.

MANNING, E.; MASSUMI, B. Thought in the act: Passages in the Ecology of Experience. University of Minnesota Press: Minneapolis, London, 2014.

MORAES, J. G. A poética do convite: abrindo processos de composição coreográfica na improvisação em dança. Dissertação (Mestrado em Artes Cênicas) - Universidade de Brasília, 2019.

PIRES, I. P. Cantos de um educartista: a prática performativa como caminho pedagógico. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Artes Cênicas). Universidade de Brasília: Brasília, 2019. Disponível em: https://bdm.unb.br/handle/10483/24587.Acesso em: 10 ago. 2020.

ROLNIK, S. Cartografia Sentimental: transformações contemporâneas do desejo. Porto Alegre: UFGRS Editora, 2016.

WHITEHEAD, A. N. Process and reality: an essay in cosmology. New York: The Free Press, 1927.

ZOURABICHVILI, F. Deleuze: uma filosofia do acontecimento. São Paulo : Editora 34, 2016.

Publicado

2020-10-20

Como Citar

MORAES, J.; PIRES, I. P. Peixe-pescado: : escrever a prática, processos de composição da escrita performativa. DAPesquisa, Florianópolis, v. 15, n. esp., p. 01-18, 2020. DOI: 10.5965/1808312915252020e0020. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/17945. Acesso em: 19 jun. 2021.