Propostas de análise musical multimétodo (I) aplicação de procedimentos estatísticos como ferramentas pré-analíticas

Autores

  • COMUS Grupo de pesquisa em composição musical da UFJF Universidade Federal de Juiz de Fora

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312905072010416

Palavras-chave:

análise musical, estatística, j. s. bach

Resumo

O principal intuito deste artigo é apresentar uma atitude metodológica perante a análise musical que ora chamamos de “análise multimétodo”, a qual consiste em evitar qualquer tentativa de se legitimar uma abordagem analítica a priori. Ao longo desta investigação preliminar, aplicamos abordagens estatísticas básicas a dados musicais coletados no Prelúdio X de J. S. Bach (livro I do “Teclado Bem Temperado”), seguidas de avaliação crítica dos resultados obtidos. Os três exemplos curtos exibidos aqui (1. formalização da definição de centro tonal, 2. formalização da definição de momentos salientes para a escuta no fluxo musical e 3. registro de subjetividades na recepção musical) demonstram que a estatística pode ser tanto eficiente, quanto problemática, ou mesmo inadequada na identificação e interpretação de dados relevantes em trechos musicais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-10-31

Como Citar

Grupo de pesquisa em composição musical da UFJF, C. (2018). Propostas de análise musical multimétodo (I) aplicação de procedimentos estatísticos como ferramentas pré-analíticas. DAPesquisa, 5(7), 416-426. https://doi.org/10.5965/1808312905072010416

Edição

Seção

Música