Ana Mendieta: cenas sacrificais entre o humano e o animal

Autores

  • Elisa Schmidt Universidade do Estado de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312905072010103

Palavras-chave:

ana mendieta, gênero, humano, animal, performance

Resumo

O presente artigo articula teorias e percepções acerca das fronteiras entre o humano e o animal a partir da performance “Feathers on a woman” (1972), “Dead Chicken (1972) e “Body Tracks” (1974), da artista cubana Ana Mendieta. Nestas performances se observa o sacrifício como uma ação que evidencia as zonas fronteiriças da identidade humana. Por meio das imagens de sacrifício implícitas nas obras de Mendieta, desenvolve-se reflexões acerca de elementos rituais que chegam à percepção como grotesco.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-10-31

Como Citar

Schmidt, E. (2018). Ana Mendieta: cenas sacrificais entre o humano e o animal. DAPesquisa, 5(7), 103-111. https://doi.org/10.5965/1808312905072010103

Edição

Seção

Artes Cênicas