[1]
F. A. Cezarinho, “‘EXTENSÃO EM CHAMAS’: reivindicando a Guerra de Espadas enquanto comunidade cultural na Bahia”, Cid. em Ação. Rev. Ext. Cult., vol. 6, nº 1, p. 42-52, jul. 2022.