O Sistema Impro na sala de aula: escutando as crianças sobre essa prática do teatro

Hortência Campos Maia, Mariana de Lima Muniz

Resumo


O sistema de ensino-aprendizagem da improvisação criado por Keith Johnstone, denominado Sistema Impro, vem sendo praticado por artistas-pesquisadores-docentes no Brasil desde o início dos anos 2000. No entanto, no contexto do ensino do teatro na Escola Básica, trata-se de um sistema pedagógico pouco explorado. Este artigo apresenta uma pesquisa etnográfica com crianças do ensino fundamental no processo de ensino e aprendizagem do Sistema Impro. Como resultado, avaliou-se que essa prática possibilita o aprendizado de conteúdos específicos do teatro, além de ter se configurado como um momento de uma criatividade "redescoberta" na relação entre os alunos. Espera-se, assim, contribuir sobre o uso do Sistema Impro no ensino de teatro na escola, a partir da prática pedagógica descrita neste trabalho.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/1414573103302017056



Direitos autorais 2017 Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas



 

    

 

Indexadores

   

       


Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas - Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - Centro de Artes (CEART) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas - (PPGT) – E-ISSN: 2358.6958 - Endereço: Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Centro de Artes - Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Florianópolis. SC, Brasil. CEP: 88.035-001 – E-mail: urdimento.ceart@udesc.br

Licença Creative Commons

  Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.