O esboço como exercício biográfico ou Otto Maria Carpeaux, biógrafo

Eduardo Gomes Silva

Resumo


Este artigo é parte das reflexões teórico-metodológicas desenvolvidas enquanto pretendia construir uma biografia histórica acerca do austríaco-brasileiro Otto Maria Carpeaux. Da ideia inicial de escrever sobre a vida de Carpeaux, passando pelo contato com os seus arquivos e pela oxigenada literatura teórico-metodológica da biografia, o resultado alcançado foi o do esboço como um exercício biográfico. O texto que segue é uma pequena parte deste exercício. Em um primeiro momento, tento explicitar os caminhos pelos quais percorri para construir algumas imagens de Otto Maria Carpeaux; em seguida, apresento uma dessas imagens, aquela que flagra Carpeaux em seu momento de biógrafo, de construtor imagético, através de seus encontros com o escritor Franz Kafka.

Palavras-chave: Otto Maria Carpeaux. Biografia. Esboço Biográfico. Franz Kakfa. Walter Benjamin.


Texto completo:

PDF

Referências


BENJAMIN, Walter. “Teses Sobre o conceito de história” – Tese VII. In LÖWI, Michel. Walter Benjamin: aviso de incêndio. Uma leitura das teses ‘Sobre o conceito de história’. Trad. Wanda Nogueira Caldeira [Tradução das teses: Jeanne-Marie Gagnebin, Marcos Lurz Muller]. São Paulo: Boitempo, 2005.

BENJAMIN, Walter. Passagens. Trad.: Irene Aron et alii. Organização da edição brasileirra: Willi Bolle. Belo Horizonte: Editora UFMG; São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2006, p. 505 [N 3, 1].

BOSI, Alfredo. História concisa da literatura brasileira. 43ª ed. São Paulo: Cultrix, 2006, p. 496.

BOURDIEU, Pierre. “A ilusão biográfica” In FERREIRA, Marieta de Moraes; AMADO, Janaína (Orgs.). Usos e abusos da História Oral. 6ª edição. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas editora, 1998, pp. 183-91.

CABRAL, Carla Giovana. Cinco histórias: narrativas biográficas de Clarice Lispector. Dissertação (Mestrado em Literatura). Programa de Pós-Graduação em Literatura, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1999.

CARONE, Modesto. “O Fausto do século XX”. In jornal Folha de S.Paulo, São Paulo, 22/10/2000. Disponível em Acesso 03 mar. 2015.

CARPEAUX, Otto Maria. “Franz Kafka e o mundo invisível”. In jornal Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 27/04/1941, p. 01 [Suplemento].

CARPEAUX, Otto Maria. História da Literatura Ocidental. 1ª edição. Rio de Janeiro: O Cruzeiro, 1959-1966. 8 vls.

CARPEAUX, Otto Maria. A batalha da América Latina. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1965a.

CARPEAUX, Otto Maria. O Brasil no Espelho do mundo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1965b.

CARPEAUX, Otto Maria. Hemingway. Tempo, vida e obra. Rio de Janeiro: Editorial Bruguera/INL, 1971.

CARPEAUX, Otto Maria. Alceu Amoroso Lima por Otto Maria Carpeaux. Rio de Janeiro: Graal, 1978a.

CARPEAUX, Otto Maria. “Meus encontros com Kafka”. In ______ Reflexo e realidade. Seleção e prefácio de Sebastião Uchoa Leite. Rio de Janeiro: Editora Fontana, 1978b, pp. 171-82.

DOSSE, François. O desafio biográfico – escrever uma vida. Trad.: Gilson César C. de Souza. São Paulo: EdUSP, 2009.

FIDELIS, Otto Maria. Österreichs europäische Sendung – Ein außenpolitischer Überblick. Wien: Reinhold-Verlag, 1935.

HARTOG, François. Regimes de historicidade: presentismo e experiência do tempo. Trad.: Andréa Souza de Menezes et alii. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2014.

JOSÉ – Literatura-crítica e arte. n. 1. Rio de Janeiro: Ed. Fontana, 1976, pp. 03-09. [Entrevista com Otto Maria Carpeaux concedida a Sebastião Uchôa Leite e Luiz Costa Lima].

KAFKA, Franz. Aforismos reunidos. Introdução e tradução de Modesto Carone. São Paulo: Instituto Moreira Salles, 2012, p. 10.

KARPFEN, Otto Maria. Wege nach Rom – Abenteuer, Sturz und Sieg des Geistes. Wien: Reinhold-Verlag, 1934.

KARPFEN, Otto Maria. Carta CP-AAL, 14/10/1939. In Centro Alceu Amoroso Lima pela Liberdade. Acervo online: , acesso 09 dez. 2012.

LE GOFF, Jacques. São Luís. Trad.: Marcos de Castro. 3ª edição. Rio de Janeiro: Record, 2002.

LEITE, Maurício Gomes (Diretor). O Velho e o Novo (Otto Maria Carpeaux). Guanabara: CAIC; Tecla Filmes, 1967 [PB, 16mm, 30 min.].

LEVI, Giovanni. “Usos da biografia” In FERREIRA, Marieta de Moraes; AMADO, Janaína (Orgs.). Usos e abusos da História Oral. 6ª edição. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas editora, 1998, pp. 167-82.

LORIGA, Sabina. O pequeno x: da biografia à história. Trad.: Fernando Scheibe. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2011.

MALCOLM, Janet. A mulher calada – Sylvia Plath, Ted Hughes e os limites da biografia. Trad. Sergio Flaksman. São Paulo: Cia. das Letras, 2012

PEREZ, Renard. “Otto Maria Carpeaux” In ______ Escritores brasileiros contemporâneos. 2ª série. Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, 1964, pp. 273-82.

RUPKE, Nicolaas A. Alexander von Humboldt – A metabiography. Chicago: University of Chicago Press, 2008.

SCHMIDT, Benito Bisso. “História e biografia”. In CARDOSO, Ciro Flamarion; VAINFAS, Ronaldo (Orgs.). Novos domínios da história. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012, pp. 187-205.

SILVA, Eduardo Gomes. ‘Reacionário’ ou ‘Progressita’? A disputa acadêmica e editorial em torno da memória de Otto Maria Karpfen/Carpeaux. In Anais eletrônicos do XXVI Simpósio Nacional da ANPUH – Associação Nacional de História. São Paulo, 2011.

von BRÜNN, Albert. “Uma fuga kafkaniana da Europa” In jornal Rascunho. n. 157. Curitiba, maio de 2013, pp. 12-3.

WERNECK Maria Helena. O homem encadernado – Machado de Assis na escrita das biografias. Rio de Janeiro: EdUERJ, 1996.

WIESINGER, Leopold. Van Habsburg tot Hitler. Antwerpen: Uitgeverij Orbis, 1938.




DOI: https://doi.org/10.5965/2175180311272019340