NOVA VARSÓVIA, LABORATÓRIO DE OCUPAÇÃO OU NINHO DE TERRORISTAS?: A Faixa de Gaza e a vida nua NEW WARSAW, OCCUPATION LAB OR NEST OF TERRORISTS?: The Gaza Strip and the bare life

Fábio Bacila Sahd

Resumo


http://dx.doi.org/10.5965/2175180304012012141

A partir de 2005, quando o governo israelense retirou seus colonos e militares da Faixa de Gaza, o território palestino foi cada vez mais isolado e cercado e seus habitantes submetidos a punições coletivas e a morte violenta. A política securitária de Israel em relação à Faixa, adotada oficialmente para coibir o terrorismo palestino, tem culminado em um longo sofrimento para a população local como um todo, que vê suas condições de vida se deteriorarem com uma privação generalizada de serviços e bens básicos. Destituindo-se do discurso oficial simplificador da guerra contra o terror, nesse contexto no qual a violência foi ainda mais banalizada, busca-se analisar a pertinência de considerar Gaza pelos conceitos que pensam a política na modernidade, como imunitas, campo e homo sacer. O artigo apresenta sucintamente esses conceitos verificando, com base em testemunhos e relatórios de organizações não governamentais, sua contribuição à compreensão do caso específico.  

 

Palavras-chave: Territórios Palestinos Ocupados. Cultura da Impunidade. Israel. Homo sacer. Desengajamento Unilateral.


Texto completo:

PDF