OS RESÍDUOS SÓLIDOS E A RELAÇÃO COM A EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM UMA ESCOLA PÚBLICA DO ALTO VALE (SC)

Luana Loch, Beatriz Cristhine Day, Eliana Vogel Jaeger

Resumo


Resumo

Um dos principais problemas ambientais que preocupa boa parte da população é a geração excessiva dos resíduos sólidos, juntamente com seu manejo e destinação final inadequados. A fim de amenizar esta situação, foi criado por meio da Lei 12.305/2010 o Plano Nacional de Resíduos Sólidos com o intuito de incentivar os municípios e estados a criar projetos para a redução destes rejeitos. Além do incentivo do governo, a educação ambiental pode auxiliar neste aspecto com a implantação de hábitos ambientais desde as séries iniciais, que ao ensinar as crianças, abrange as pessoas ao seu redor. Para verificar o nível de conhecimento dos educadores, realizou-se uma pesquisa que se classifica como qualitativa e quantitativa. A técnica de coleta dos dados foi efetuada por meio de questionários, com nove perguntas abertas e nove perguntas fechadas. O questionário sobre resíduos sólidos foi aplicado para o corpo docente da Escola de Educação Básica Orlando Bertoli, da cidade de Presidente Getúlio, Santa Catarina, na segunda quinzena de outubro do ano de 2012. Como resultado desta pesquisa, percebe-se que ocorreram alguns erros e equívocos por parte dos professores, provenientes da falta de informação sobre resíduos sólidos. Porém, percebe-se uma real preocupação dos docentes com a educação ambiental, que relatam o papel dos educadores e da instituição escolar na formação de cidadãos conscientes.

Palavras-chave: Resíduos sólidos. Educação ambiental. Reciclagem.


Texto completo:

PDF



Revista mantida pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)
Campus Ibirama
® 2017 Direitos Reservados