Planejamento em música: estudo do discurso de um professor da educação básica

Julielle Rates Pereira

Resumo


O presente estudo tem por objetivo entender como o professor de música planeja suas aulas, destacando como são suas escolhas de conteúdo, de atividades, repertório e métodos de avaliação. A pesquisa foi desenvolvida com um professor de música de uma escola estadual da cidade Goianira-Go, por meio de uma entrevista semiestruturada. A análise mostrou que, no caso estudado, há uma falta de estruturação de currículo, bem como a ausência do uso do Projeto Político Pedagógico. O professor afirma realizar dois planejamentos: um para o cumprimento das normas burocráticas da escola e outro para seu uso. Por sua vez, a visão do mesmo sobre a escolha de conteúdos, repertório, atividades, bem como a função que a música deve exercer na escola mostrou-se muito coerente com seu papel de educador. No estudo realizado, percebe-se que o processo de planejamento didático revelou-se destituído de significado pedagógico, já que o modelo utilizado para registro não satisfaz as necessidades do professor. A pesquisa sugere mais estudos sobre o registro, a reflexão e a elaboração do planejamento.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/2358092514142015009



Indexadores, diretórios e bases de dados


         

Revista Nupeart - Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC - Centro de Artes - CEART

Endereço: Av. Madre Benvenuta, 1907 - Itacorubi - Florianópolis - SC - CEP: 88035-001

ISSN 2358-0925 


 
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.