O teatro de animação brasileiro na virada do milênio

Sandra Vargas

Resumo


O estudo faz análise das transformações vividas pelo teatro de animação brasileiro desde 1986, buscando compreender as mudanças no trabalho das companhias e na programação dos festivais do gênero, a partir das políticas públicas voltadas para esta área, reconhecendo que sua multiplicação não trouxe uma proporcional ampliação de sua diversidade e que, mesmo com mais subvenções e apoios para a cultura, o Teatro de Animação vem perdendo o seu caráter mais investigativo e de pesquisa.

Palavras-chave: Teatro de Bonecos contemporâneo no Brasil. Fomento e subvenção ao Teatro de Animação. Políticas culturais públicas no Brasil.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5965/2595034702112013256

Direitos autorais 2018 Móin-Móin - Revista de Estudos sobre Teatro de Formas Animadas



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES, DIRETÓRIOS E BASES DE DADOS: