Teatro de Bonecos Popular do Nordeste: história e histórias

Izabela Brochado

Resumo


Este artigo aborda alguns aspectos da constituição e da história do Teatro de Bonecos popular do Nordeste – Mamulengo, Babau, João Redondo e Cassimiro Coco–, a partir da análise de fontes orais, principalmente as relativas às narrativas dos bonequeiros; de documentos históricos presentes em arquivos; e, finalmente, de bibliografia especializada. Ele é baseado no Dossiê do Registro do Teatro de Bonecos Popular do
Nordeste, entregue ao IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em setembro de 2014, como parte da obtenção do título Patrimônio Cultural do Brasil.

Palavras-chave: Teatro de Bonecos popular do Nordeste. História. Narrativas orais.





Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5965/2595034701132015028

Direitos autorais 2018 Móin-Móin Revista de Estudos sobre Teatro de Formas Animadas



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES, DIRETÓRIOS E BASES DE DADOS: